A Prefeitura de São Sebastião publicou um novo decreto no qual libera funcionamento de comércios e restaurantes com metade da capacidade. A medida contraria a atual classificação do Plano SP que colocou todo o Estado na fase emergencial, que proíbe o funcionamento destes setores para conter a alta de infecções pela Covid-19.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApphttp://bit.ly/CNnoticiasdolitoral E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Além de contrariar regras definidas pelo Estado, o decreto chega em um momento frágil na saúde da cidade, que na semana passada teve que começar a transferir pacientes com coronavírus para tratamento em hospitais de outros municípios devido aos estoque baixos de medicamentos para intubação. 

De acordo com o decreto, restaurantes e comércios podem funcionar limitados a 50% da capacidade. O documento não estipula limite de horários, mas proíbe a venda de bebidas alcóolicas a partir das 20h.

No decreto, a prefeitura ainda liberou o funcionamento de salões de beleza e de áreas compartilhadas de lazer em condomínios, incluindo piscinas, quadras e o comércio ambulante das praias. O acesso às praias segue restrito à prática individual de esportes.

Em entrevista ao Link Vanguarda, o prefeito Felipe Augusto (PSDB) justificou a decisão.

"O que nós temos hoje é uma falta de insumos pro caso de intubação. O atendimento primário do coronavírus para aquelas pessoas que estão contaminadas a gente continua fazendo. Só que nós temos que encontrar um ponto de equilíbrio entre economia e saúde. Nós adotamos dois pontos muito importantes. Primeiro que o número de furtos aumentou com pessoas que foram identificadas não terem passagem criminal e o segundo é que o pedido no número de cestas básicas também começou a subir e muito", disse o chefe do executivo.