ALERTA

Faxineira descobre 18 transferências realizadas em seu nome e se assusta com prejuízo

Vítima foi alertada pela filha quanto ao estelionato

Da redaçãoPublicado em 14/09/2021 às 21:24Atualizado há 15/09/2021 às 10:08
Mulher tem 56 anos e manifestou interesse em representar criminalmente os culpados (Divulgação)

Mulher tem 56 anos e manifestou interesse em representar criminalmente os culpados (Divulgação)

Uma mulher de 56 anos que trabalha como faxineira levou um susto ao ver 18 transferências via Pix realizadas em seu nome. A vítima foi alertada pela filha quanto ao estelionato. Somando todo prejuízo, o valor ficou em R$ 1.222,00.

Aos policiais da delegacia de Praia Grande (SP), a mulher alegou que sua filha disse que ia fazer um depósito em sua conta bancária e, diante disso, descobriu todos as transferências realizadas sem seu consentimento.

Um boletim de ocorrência foi realizado e a vítima manifestou interesse em representar criminalmente contra o autor dos fatos.

Golpe do Pix

Com a praticidade do pagamento instantâneo, o Pix, os brasileiros conheceram também novos golpes aplicados por criminosos. Ao mesmo tempo em que a ferramenta facilitou as transações, aumentou os riscos de fraudes.

Apesar disso, também é mais fácil achar os culpados. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que os bancos associados estão reforçando suas ações de comunicação para orientar seus clientes caso sejam vítimas de algum crime.

Para esclarecer dúvidas e evitar que novas vítimas caiam nos golpes via Pix, o Banco Central (BC) do Brasil respondeu uma série de questionamentos sobre a ferramenta.

Assuntos

O Sistema Costa Norte de Comunicação atua no litoral paulista há mais de vinte anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade

Entre em contato:

Reclamações ou sugestões:

redacao@costanorte.com.br

Comercial e parcerias:

contato@costanorte.com.br

© 2021 Todos Os Direitos Reservados Ao Sistema Costa Norte de Comunicação

Desenvolvido por

Distribuído por