Dois jovens de São Paulo inauguraram uma nova e ilegal forma de hospedagem em Praia Grande, no litoral paulista.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApp ➤ https://bit.ly/CNAGORA9 e receba matérias exclusivas. Não fique desinformado! 📲

Na última quinta-feira (11), um pintor de 22 anos e um autônomo de 20 anos, ambos da capital paulista, encontraram uma casa no bairro balneário Flórida, em Praia Grande e, como não havia ninguém, resolveram se instalar permanentemente na residência.  

Os homens já estavam morando na casa há três dias, quando a proprietária da residência, que mora em São Bernardo do Campo, alertada por uma vizinha, chegou ao local no sábado (13). A chave da proprietária não funcionava no cadeado, que havia sido trocado. Depois, a mulher também percebeu que a porta da casa havia sido arrombada e chamou a polícia.

Quando a polícia estava inspecionando o local e colhendo o depoimento da proprietária, os dois hóspedes chegaram ao local. Os dois informaram à polícia que saíram de São Paulo, e que estavam em Praia Grande há dois meses, e por não terem onde morar, resolveram ocupar a casa.

Uma geladeira e os encostos de um sofá sumiram da casa, porém os dois homens negaram que tenham subtraído qualquer objeto do local. Após o enquadro, os homens também disseram que não têm a intenção de retornar à casa, exceto para buscar poucos pertences deixados.

Os dois jovens vão responder por furto e esbulho possessório. O caso corre na delegacia de Praia Grande.