Uma médica de Praia Grande (SP) prescreveu comprimidos de azitromicina e ivermectina para uma mãe, o filho e a irmã após uma criança da mesma família testar positivo para a Covid-19. O receituário com medicamentos do chamado ‘kit-covid’ foi dado na segunda-feira, 5, no hospital de campanha instalado no Ginásio Falcão, na Vila Mirim.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApphttp://bit.ly/CNinfobaixadasantista2 E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Os três apresentaram cansaço e dor de cabeça após contato com a segunda criança, esta diagnosticada dias antes. A medicação foi receitada como forma de tratamento precoce, apesar de não ser recomendada para a finalidade em questão pela Organização Mundial da Saúde – OMS.

Por meio de nota a prefeitura de Praia Grande informou não incentivar o uso de medicamentos que não estejam pautados em evidências científicas, no entanto, segue as recomendações do Conselho Federal de Medicina, no sentido de respeitar a autonomia de prescrição daquele profissional da linha de frente que, baseado em sua experiência pessoal e avaliação individual do caso concreto, decida a alternativa que entender ser a correta e, da mesma forma, respeita a posição do paciente em comum acordo com o médico prescritor em aceitar o tratamento.