Um casal de São Paulo capital foi preso nesta terça-feira (20) sob suspeita de serem mandantes de um homicídio ocorrido no dia 2 de junho em Itanhaém, no litoral de SP.   

Segundo informações desta terça-feira (20) da Polícia Civil, Policiais do DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Itanhaém cumpriram, na tarde da mesma data, mandado de prisão temporária contra um homem de 47 anos e uma mulher de 43 apontados pela investigação como mandantes do homicídio que vitimou fatalmente Marcos Coelho da Silva de 41 anos.

Em 2 de junho, dia do crime, um veículo passou pela porta da vítima e efetuou quatro disparos que acertaram Marcos. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. A investigação da delegacia especializada conseguiu identificar o veículo utilizado, e descobriu  que o carro é de propriedade da suspeita presa ontem.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApp http://bit.ly/CNnoticiasdeultimahora2 E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Descoberta a proprietária do veículo, a polícia conseguiu um mandado de busca e apreensão para o endereço do casal, situado em São Paulo. O mandado foi cumprido ontem. “Nas buscas realizadas no imóvel dos investigados, foram localizadas duas armas de fogo municiadas”, informou a Polícia Civil.

De acordo com o órgão, o casal é suspeito de ter mandado matar o homem em retaliação a um suposto furto ocorrido na casa de veraneio deles, localizada em Itanhaém.  

“Diligências de campo e pesquisas nos bancos de dados de inteligência policial apontam o casal como mandante do crime, assim como, indicaram que eles prestaram auxílio material ao guardar as armas de fogo utilizadas no homicídio. Ademais, a investigação descobriu que o motivo do crime seria um suposto furto sofrido pelo casal na casa de veraneio, situada em Itanhaém”, afirma a Polícia Civil.

Os suspeitos foram ouvidos e conduzidos ao sistema penitenciário, afirma a Polícia Civil.