O proprietário de uma embarcação foi multado em R$ 88 mil por pesca local proibido e pela não utilização do dispositivo de exclusão de tartarugas nas redes de arrasto. O flagrante da Polícia Ambiental aconteceu segunda-feira, 22, na praia, na altura do bairro Balneário Porto Velho, em Ilha Cumprida (SP). Foram apreendidos 500kg de camarão sete barbas.

Faça parte do nosso grupo no WhatsApp ➤ http://bit.ly/infoLitoral E receba matérias exclusivas. Fique bem informado! 📲

Os agentes estavam em policiamento ostensivo náutico quando avistaram o barco a uma distancia menor que o permitido pela resolução SMA 64/2016, estabelecido em 1,5 milhas (2,4km) da costa. Durante o recolhimento das redes também foi notada a ausência do dispositivo de exclusão das tartarugas, item obrigatório para a preservação regulamentado pela portaria Ibama 11/1995.

No vídeo abaixo podemos ver o momento em que os agentes avistaram a embarcação.

Foram apreendidos 500 quilos do crustáceo, embarcação, redes e demais petrechos de pesca.

Doação

Todo o pescado apreendido foi imediatamente doado ao Fundo Social de Solidariedade (FSS) da Prefeitura de Cananéia para ser destinado a pessoas em vulnerabilidade social.

Denuncias

Denúncias contra crimes ambientais podem ser efetuadas pelo telefone (13) 3348-4750. Não é necessário identificar-se.