CONTINUIDADE

Casa da Esperança de Cubatão tem uso de sede garantido por mais 10 anos

Prefeito Ademário Oliveira assinou o termo semana passada; instituição atende mais de 500 pessoas com deficiência e é referência na Baixada Santista

Redação
Publicado em 09/11/2023, às 09h39 - Atualizado às 09h47

FacebookTwitterWhatsApp
Hermes Balula e o prefeito Ademário Oliveira durante assinatura do termo - Rafael Oliveira
Hermes Balula e o prefeito Ademário Oliveira durante assinatura do termo - Rafael Oliveira

A Casa da Esperança de Cubatão, no litoral paulista, foi contemplada no início deste mês com a garantia de manter suas atividades por mais 10 anos em seu endereço atual, na esquina das ruas São Luiz e XV de Novembro. Isso representa tranquilidade para o desenvolvimento de ações voltadas a mais de 500 pessoas com deficiência em toda a região. 

A renovação do ‘termo de cessão de uso de próprio municipal’ à Instituição ‘Leão de Moura’, responsável pela manutenção da casa que é considerada centro de referência para o atendimento de PCD na Baixada Santista, foi assinado pelo prefeito Ademário de Barros no dia 1º deste mês. 

“Fiz questão de assinar e entregar pessoalmente este termo, que é mais uma etapa feita com responsabilidade e compromisso com a população, uma vez que sabemos da importância dessa Casa para muitas famílias. Uma parceria com o terceiro setor que vem dando certo e que há de continuar”, disse o prefeito Ademário Oliveira.

O chefe do Executivo lembrou que 515 pessoas, principalmente crianças, são atendidas naquela Unidade, das quais 68% com transtorno do espectro autista. “É uma reabilitação que não pode parar, é um atendimento primordial. E foi pensando nisso, nessas crianças, nessas famílias que assinamos este importante termo de permissão de uso”, ressaltou.

Totalmente equipada, a edificação oferece atendimentos médico-ambulatoriais, odontológicos e clínicos para recuperação física mental, readaptação e inclusão social das pessoas com deficiência, especialmente TEA (transtorno do espectro autista).

Hermes Balula, administrador da Casa da Esperança, comemorou a renovação: “Esta renovação é muito importante para nós e principalmente para os usuários e colaboradores da Casa da Esperança, pois representa uma garantia administrativa e jurídica da continuidade da instituição na nossa cidade. Legitima o funcionamento, o que permitirá dar sequência à execução dos serviços, bem como o cumprimento dos contratos que dependiam deste ato. Isso dá tranquilidade para trabalhar e continuarmos recebendo repasses do poder público e também da iniciativa privada para que possamos prestar o serviço”. 

A dona de casa Roberta Santos, mãe de usuários dos serviços prestados na unidade, ressalta a importância da Casa da Esperança em Cubatão: “Meus filhos são atendidos aqui. Posso dizer que somos bem assistidos tanto na parte da reabilitação quanto no atendimento dos funcionários. A Casa da Esperança faz parte das nossas vidas”.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!