LUTO

Morre em Bertioga o atleta Antonio Monteiro aos 78 anos

Antonio venceu diversos campeonatos de pedestrianismo na região e chegou a superar um câncer; família ainda não divulgou detalhes do enterro e sepultamento

26/05/2022 às 18:48.
Atualizado em 26/05/2022 às 20:37
Antonio deixa os filhos; ainda não foi confirmado local e horário do enterro e sepultamento (Arquivo Pessoal)

Antonio deixa os filhos; ainda não foi confirmado local e horário do enterro e sepultamento (Arquivo Pessoal)

Morreu em Bertioga, litoral de São Paulo, nesta quinta-feira (26) o atleta Antonio Monteiro, aos 78 anos de idade. Antonio participou e venceu diversos campeonatos de pedestrianismo na região da Baixada Santista além de já ter superado, durante sua vida adulta, o vício em álcool e um câncer.

Quando mais novo, Antonio foi abandonado na infância, pois era fruto de um relacionamento proibido entre cunhados. Em entrevista ao Portal Costa Norte em outra ocasião, ele contou que sua mãe teve que lhe abandonar na porta da casa de uma família que lhe criou como filho.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

No entanto, isso trouxe ainda mais força para sua vida, transformando as dores em superação e conquistando o carinho dos munícipes de Bertioga, cidade que morava há mais de 35 anos na cidade. 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O atleta chegou em Bertioga trazido por um amigo para trabalhar na construção civil. Veio de Saboá (PE), com a família, a esposa e dois filhos. Devido a recomendação médica, começou a praticar corrida. Com colesterol alto, começou o treinamento para ter mais saúde em todos os âmbitos.

Em 2009, uma hepatite o tirou dos treinamentos. “Mas eu me via correndo, eu sabia que não ia parar”, disse na época à redação. Nesse momento, ainda com o apelido de ‘Diabinho’, começou a se dedicar à religião e abandonou esse apelido que recebeu na infância devido a ser um menino levado.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Em 2010, novo golpe o fez parar com a corrida. “O médico disse que eu tinha câncer de próstata”. Mas a notícia não o desanimou. Antonio fez o tratamento e, por um milagre, como ele mesmo gostava de dizer, ficou curado. “A fé me levantou”, garantiu. Ele voltou para os treinamentos, mais uma vez, e voltou a conquistar medalhas na sua categoria, ficando em 1º lugar nos principais eventos de pedestrianismo da região.

Detalhes do seu enterro e sepultamento ainda não foram divulgados pela família.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O Portal Costa Norte é um dos veículos de comunicação do Sistema Costa Norte de Comunicação, empresa que atua no litoral paulista há mais de trinta anos levando informação a toda a população com seriedade e imparcialidade.

Sistema Costa Norte de Comunicação© Copyright 2022Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte de Comunicação.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por