18 anos de Comunicação - Sistema Costa Norte de ComunicaçãoBertioga-Especial | Sistema Costa Norte de Comunicação
Sistema Costa Norte
Voltar para especial bertioga

Um verdadeiro arquivo regional

A empresa deu seus primeiros passos juntamente com o espírito de emancipação, com a publicação mensal do Jornal de Bertioga, o primeiro do então distrito. O objetivo, segundo seu diretor-presidente, Ribas Zaidan, era unir a pequena comunidade local em torno do movimento pró-emancipação. O nome do jornal durou apenas uma edição. Da segunda à sexta, edição circulou como Bertioga News.

No dia 19 de Maio de 1991, Bertioga sobe ao patamar de município independente e nesse mesmo ano, no dia 15 de dezembro, chega às bancas o Jornal Cidade de Bertioga, agora com circulação quinzenal.  "A escolha desse nome foi um marco da emancipação, para homenagear esta data e toda a luta de 43 anos, se levarmos em conta o primeiro movimento", explica Zaidan.

Com atuação ampliada, a edição 20 chega às bancas com a logomarca Costa Norte. A publicação passa a ser semanal, a partir de 1993. Três anos depois, o jornal se reestrutura, circula com páginas coloridas e a empresa expande seus negócios com as transmissões da TV Costa Norte - Canal 48 UHF, afiliada à TV Educativa, a Rádio Praia FM suplementos especiais de aniversário da cidade, a partir de 1994, e a Revista Beach&Co, que teve sua primeira publicação em janeiro de 2001. "Somos um Sistema sério, uma referência. Nosso trabalho integra a comunidade e é um grande prestador de serviços por meio da comunicação", ressalta Zaidan.

Atualmente, o Sistema Costa Norte gera 50 empregos diretos com mão-de-obra 100 % da cidade, um grande orgulho de Zaidan, que conheceu Bertioga na década de 1960 e logo se apaixonou pelos encantos do lugar, onde fixou residência a partir de 1988. "No começo, não havia mão-de-obra local. Hoje, contamos com bons profissionais, por isso tenho essa prioridade na contratação", afirma.

O Sistema Costa Norte de Comunicação surgiu em função da luta pela emancipação e hoje acompanha de perto a busca pelo pleno desenvolvimento da cidade. Como empresário, Ribas Zaidan também defende que a cidade precisa de políticas públicas voltadas para o turismo. "Os ingredientes estão todos aí: rios, mata, praias, história...Só falta fazer uma boa mistura. A construção civil, hoje, o maior fator de crescimento da cidade, é finita. Não haverá mais empreendimentos do porte da Riviera, pois resta pouca área. Assim, a cidade vai ficar com o que sempre teve, a vocação turística. E é preciso fazer disso a principal atividade do município."


Veja também

Grupo Vivência

Primeira entidade assistencial do município representa a for...

2008

© 2020 Todos os direitos reservados ao Sistema Costa Norte Comunicação | Powered by Mundiware