Um local histórico, com acesso elegante. Para acessar o antigo cassino de Monte Serrat, na cidade de Santos, o visitante deve encarar 402 degraus de escadaria ou enfrentar os 147 metros de altura em um dos dois bondinhos, que são uma atração única no país. A escadaria ainda possui 14 nichos reproduzindo cenas da via sacra.

Idealizado por imigrantes espanhóis, eles foram concluídos em junho 1927 pela então Sociedade Anônima Elevador Monte Serrat e, na época, eram fechados por cortinas para preservar a identidade de santistas e turistas que terminavam a noite no complexo, que abriga também o Santuário de Nossa Senhora de Monte Serrat, que é a padroeira de Santos

Em 1º de julho de 1927 passou a funcionar no local, um cassino, que funcionou até 1946, 75 anos atrás, quando os jogos de azar passaram a ser proibidos no país.

O antigo cassino foi uma casa noturna elegantíssima, com cortinas francesas, cristais europeus e que recebia as estrelas da época, como Francisco Alves, Sílvio Caldas e Carmen Miranda. Também atraía banqueiros influentes, políticos, juízes e governadores, como Júlio Prestes (filho do quarto presidente do estado de São Paulo) e Dino Bueno, e até presidentes da República.

Apesar da grande procura, os visitantes não queriam ser vistos nas mesas de jogos e, quando chegavam ao bondinho, fechavam as cortinas laterais até que chegassem ao topo.

Após a proibição, durante um período, o cassino funcionou clandestinamente e o morro de Monte Serrat era visto como ponto estratégico. Se a polícia fosse fiscalizar o local, só poderia subir pela escada ou pelo bonde e, com isso, os frequentadores, cerca de 300 pessoas por noite, teriam tempo de se espalhar.

Reformado em 1998, atualmente o cassino é espaço para eventos sociais e culturais e conta com dois curiosos espelhos. Hoje, o local conta com o Café Cassino, no qual há uma réplica do balcão original dos tempos do cassino.

O complexo, que inclui os salões, o cassino e os bondinhos, foi construído por seis sócios imigrantes espanhóis. Dois deles eram bisavôs da atual gerente do complexo Monte Serrat, Carolina Vallejo Ozores. Do alto do monte, é possível ver toda a cidade e partes de São Vicente, Cubatão e Guarujá.

Bondinhos

Os dois bondes que dão acesso ao cassino percorrem, em quatro minutos, 242 metros de trilhos paralelos, impulsionados por um motor de 100 HP e sustentados por cabos de uma polegada e meia de diâmetro, com resistência para 90 toneladas. Existe apenas uma linha férrea, com um desvio no centro. Cada bonde pesa aproximadamente oito toneladas e circula preso a um mesmo cabo de aço, em equilíbrio entre a subida e a descida.

A arquitetura da estação de embarque e do cassino é original, com características do começo do século XX, bem como a maior parte do equipamento, de origem alemã. Para transporte de carga, o sistema funicular possui trilhos auxiliares de bitola estreita, pelos quais corre um carro com capacidade para 400 kg, tracionado por um motor de 30 HP.

Os bondinhos com capacidade para até 45 passageiros por viagem em um percurso de mais de 240m. A tarifa custa R$ 44, sendo R$ 22 para idosos, grátis para crianças e adulto pagante. Em períodos normais, os bondes saem a cada 30 minutos e funcionam das 8h às 20h.