Polícia Civil prende mais de 200 pessoas em operação | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Segurança
Foto: Reprodução/G1 Santos

Polícia Civil prende mais de 200 pessoas em operação

Em 24 horas, as autoridades apreenderam mais de 270 kg de drogas, 61 máquinas de caça níquel e duas armas de fogo, além de resgatar mais de 70 animais em um canil clandestino


29 de março de 2019 às 16:17
Por Da Redação

Uma ação comandada pelo Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter-6), que durou 24 horas, resultou na prisão de 220 pessoas e apreensão de 40 menores em cidades, além da elaboração de 258 Termos Circunstanciados, nas cidades do Vale do Ribeira e Baixada Santista. Realizada entre quarta, 27, e quinta-feira, 28, a operação contou com 412 policiais civis das seccionais de Santos, Itanhaém, Registro e Jacupiranga, que tiraram de circulação 278,6 kg de drogas, 61 máquinas de caça níquel e duas armas de fogo. O objetivo deste trabalho por parte das autoridades é de combate de crimes contra o patrimônio e tráfico de drogas; e cumprimento de mandados de prisão e de buscas.

Além dos 49,4 kg de maconha, 14,6 kg de cocaína, 2,6 kg de crack e 212 litros de lança perfume, a polícia também apreendeu 48 toneladas de azeitonas preparadas para serem comercializadas. O produto estava em um galpão ilegal no Balneário Jussara, em Mongaguá, e estava distribuído em grande tubos de 200 kg. Outro caso que chamou a atenção das autoridades foi o de um canil clandestino, no Jardim Jamaica, em Itanhaém, com mais de 70 animais, entre eles cachorros, aves, coelhos e tartarugas, todos vivendo e condições insalubres. Alguns bichos estavam doentes e, até mesmo, feridos. O local era mantido eram vendidos por um veterinário e seu comparsa. O profissional pode ter o registro cassado devido aos maus tratos. Os bichinhos resgatados foram encaminhados para a ONG Focinhos Carentes, de São Bernardo do Campo. 

Já em Praia Grande, um homem de 59 anos foi preso em flagrante após ter sido acusado de furtar, pelo menos, 8 kg de fios de cobre de uma empresa distribuidora de energia. Ele era funcionário do local há 19 anos e responsável pela coordenação de manutenção de fios da rede. A polícia  ainda não sabe informar há quanto tempo ele praticava esse tipo de crime. Uma mulher também foi detida, já que mantinha quase a mesma quantidade de cobre furtado. 

Em Bertioga, os policiais detiveram um motorista de 55 anos, supostamente responsável pelo esquema de circulação de notas falsas de R$ 100 em comércios da cidade. A suspeita é de que ele aliciava menores de idade para a prática deste crime. Ocorrência é alvo de outra apuração, em conjunto com a Justiça Federal, coma qual ele tem várias passagens por estelionato. No momento da abordagem, o indiciado usava uma Carteira de Habilitação falsa. Também no município, houve apreensão de uma caixa de papelão contendo 4 kg de um pó branco. O material foi encaminhado para o Instituto de Criminalística para realização de perícia. 


Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral