Guarda Municipal é preso após atirar em três pessoas em Caraguatatuba | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Segurança
Prédio de onde on GCM atirou em três jovens na manhã de hoje, em Caraguatatuba
Prédio de onde on GCM atirou em três jovens na manhã de hoje, em Caraguatatuba Foto: Policia Civil

Guarda Municipal é preso após atirar em três pessoas em Caraguatatuba

Os tiros foram disparados da sacada do apartamento do GCM, por volta das 5h da manhã. As vítimas fugiram do local


15 de março de 2019 às 21:24
Por Reginaldo Pupo

Um Guarda Civil Municipal de São Sebastião foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira, 15, após atirar em três pessoas que estavam em frente ao prédio onde mora, no bairro Praia das Palmeiras, em Caraguatatuba. As três vítimas foram socorridas e permanecem internadas na Santa Casa da cidade, sendo uma delas em estado grave.

Os tiros foram disparados da sacada do apartamento do GCM, por volta das 5h da manhã. As vítimas fugiram do local, mas encontraram uma viatura da Polícia Militar nas proximidades. Ao ver a aproximação dos policiais militares, o GCM, que estava de folga, se entregou e apresentou a arma utilizada.

Ele contou à polícia que realizou os disparos por acreditar que estaria ocorrendo uma tentativa de assalto ou estupro em frente ao prédio. As três vítimas, que têm 18, 22 e 23 anos, estavam em duas motos acompanhando uma mulher.

Uma das vítimas baleadas contou à polícia que a mulher estava embriagada, e que, por este motivo, o grupo decidiu acompanha-la até a entrada do prédio, onde mora. “Assim que ela entrou ouvimos os disparos”. A mulher não foi atingida. Nenhuma das vítimas e a mulher tinham passagens pela polícia.

A Polícia Civil de Caraguatatuba investiga a versão do GCM, de 39 anos, que foi preso por tentativa de homicídio. Ele está preso preventivamente, após ter passado pela audiência de custódia. O depoimento da mulher e as imagens de segurança desmentem a versão apresentada pelo guarda municipal.

A Polícia Civil investigará por qual motivo o GCM não deu um tiro de advertência, por que não se identificou ou chamou apoio da Polícia Militar (em Caraguatatuba não há Guarda Municipal).

Em nota, a prefeitura de São Sebastião informou que "o comando da Guarda Civil Municipal está acompanhando de perto os desdobramentos da ocorrência, que ainda está em andamento, e esclarece que a administração municipal irá adotar todas as medidas administrativas legais em relação ao servidor público envolvido neste caso".

Legenda da foto

Prédio de onde on GCM atirou em três jovens na manhã de hoje, em Caraguatatuba

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral