Homem que ateou fogo em casa para matar filhos é preso em Bertioga | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Segurança
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Homem que ateou fogo em casa para matar filhos é preso em Bertioga

Incêndio ocorreu em 19 de outubro de 2018; vítima alega que o rapaz continua fazendo ameaças

07 de março de 2019 às 16:54
Por Da Redação

A Polícia Civil de Bertioga cumpriu, na tarde de quarta-feira, 6, o mandado de prisão preventiva contra Rodrigo Almeida de Oliveira, 25 anos, que ateou fogo na residência onde os filhos moravam, para provocar a morte das crianças. O incêndio ocorreu em 19 de outubro do ano passado, no bairro Vista Linda.

De acordo com o delegado titular José Aparecido Cardia, o acusado representava perigo para a família. "A vítima relatou uma nova tentativa dele de impor terror e medo junto à família. Inclusive o aspecto é tão grave que as crianças tinham medo de ir para a escola". A autoridade esclareceu que a captura ocorreu após diligências feitas pela autoridade e os investigadores José Rodrigues da Silva e o Américo Leite, que estavam de plantão. 

Ele também explica que "nesse novo período de gestão, foi implementado, ainda em fase de transição, um grupo de atuação rápida, buscando interceder junto às vítimas de violência doméstica, com o único propósito de reduzir o feminicídio e impedir o desdobramento grave".

 

Entenda o caso

Antes do incêndio, a mãe das crianças, que na época tinham 6 e 4 anos, procurou a polícia um dia antes, após o acusado ameaçá-la. O rapaz seria usuário de drogas e álcool e afirmou que mataria todos e colocaria fogo na casa. Devido à denúncia, o delegado Wanderley Mange de Oliveira, requereu medida protetiva junto ao Fórum de Bertioga. 

No entanto, no dia seguinte, o indiciado voltou à casa à noite, enquanto as crianças estavam dormindo, e incendiou o imóvel. Além disso, armado com um facão, do tipo peixeira, ele tentou impedir que a mulher e a sogra entrassem no imóvel para salvar as crianças. 

O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o incêndio, e as crianças foram socorridas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) devido à intoxicação pela fumaça. Os bens dentro do imóvel foram perdidos pelas chamas. Ele conseguiu fugir antes da chegada da polícia.

 

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral