Polícia Civil deflagra operação na Baixada Santista e Vale do Ribeira | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Segurança
Foto:

Polícia Civil deflagra operação na Baixada Santista e Vale do Ribeira

Foram apreendidos 83 mil comprimidos de ecstasy;128 litros de lança-perfume de fabricação caseira; 73,6kg de maconha; 65,3kg de cocaína e 484 gramas de crack


01 de março de 2019 às 12:14
Por Da Redação

Em apenas 24 horas, a Polícia Civil deteve 651 pessoas em uma operação que ocorreu entre quarta-feira, 27, e quinta-feira, 28, na região da Baixada Santista e Vale do Ribeira. Com o objetivo de desmantelar organizações criminosas,  a ação, comandada pelo 6º Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter-6), contribuirá para a redução dos números de criminalidade neste período de Carnaval.

Entre os número de capturados, 241 pessoas foram presas por mandados de prisão expedidos pela Justiça ou em situação de flagrância. Outros 52 menores infratores foram apreendidos e 358 suspeitos assinaram termos circunstanciados por infrações penais de menor potencial ofensivo. Além disso, foram retirados de circulação mais de 350kg de entorpecentes, entre eles, 83 mil comprimidos de ecstasy;128 litros de lança-perfume de fabricação caseira; 73,6kg de maconha; 65,3kg de cocaína e 484 gramas de crack. As autoridade também apreenderam cinco armas de fogo e seis veículos de procedência criminosa ou suspeita.

Foragido internacional

Um dos destaques da operação foi a prisão do caribenho Robertico Inesia, o Tico, de 37 anos, procurado pela Interpol desde 2015, quando foi acusado de matar uma pessoa e ferir outra a tiros, em um café, na cidade de Haia, na Holanda. Ele foi capturado na quarta-feira, por policiais do 3º DP de São Vicente (Jardim Rio Branco), em um apartamento no qual se encontravam  83 mil comprimidos de ecstasy. A apreensão é considerada recorde pelo Deinter-6.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A droga está avaliada em mais de R$ 1,5 milhão e teria chegado ao país de navio, pelo porto de Santos, para ser distribuída no estado. A polícia holandesa oferecia uma recompensa de 15 mil euros (aproximadamente R$ 63 mil), para quem tivesse informações sobre o paradeiro do fugitivo. 

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral