Vítima do acidente na balsa de Bertioga tinha 15 anos e era de Santos | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Segurança
Kauã Inacio, 15 anos, faleceu no acidente
Kauã Inacio, 15 anos, faleceu no acidente Foto: Arquivo pessoal

Vítima do acidente na balsa de Bertioga tinha 15 anos e era de Santos

Marinha do Brasil abriu inquérito para apurar as causas e responsabilidades


28 de dezembro de 2018 às 12:58
Por Da Redação
Garoto afundou com o veículo e foi retirado já sem vida
Garoto afundou com o veículo e foi retirado já sem vida Foto: Recebido WhatsApp

Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27.
Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27. Foto: JCN

Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27.
Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27. Foto: JCN

Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27.
Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27. Foto: JCN

Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27.
Carro cai da balsa por volta das 20h desta quinta, 27. Foto: JCN

Kauan de Oliveira Inácio, de 15 anos, morador de Santos, foi a vítima fatal decorrente do acidente ocorrido na travessia de balsa entre Bertioga e Guarujá, no início da noite de quinta-feira, 27. Ele e o avô Fernandes Tito, de 77 anos, que nada sofreu, estavam no veículo Chevrolet/Onix que caiu nas águas do canal. A Marinha do Brasil abriu, na sexta-feira, 28, um inquérito para apurar as causas e responsabilidades.


O acidente ocorreu por volta das 19h30, em Bertioga. No boletim de ocorrência, registrado na delegacia de Bertioga, o tripulante Diogo Nogueira Magalhães informou que o motorista desceu a rampa {do flutuante de acesso à balsa] em alta velocidade, e, descontrolado, colidiu com a antepara (barreira de proteção) da balsa, indo direto para a água.  O tripulante também informou que viu o condutor do veículo nadando do lado de fora do veículo, mas que a criança ficou presa, pelo cinto de segurança. 


O Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros foi acionado e iniciou as buscas logo em seguida,com quatro mergulhadores, dois botes e uma lancha dos Bombeiros. Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), auxiliaram nas buscas e boias de salvamento foram lançadas à água para que os passageiros pudessem se salvar.


O avô foi resgatado com ajuda de pescadores e levado ao hospital ainda inconsciente. Já o menino, apesar de todos os esforços das equipes de resgate, afundou junto com o veículo, sendo encontrado já sem vida.


Por conta do acidente, o serviço de travessia, que naquele momento funcionava com apenas uma embarcação, com capacidade para doze veículos,  ficou totalmente parado por 7 horas, até a retirada do veículo. 


Em nota, a Marinha do Brasil, por intermédio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), informou que uma equipe da Capitania foi encaminhada ao local para coletar informações. Um inquérito será instaurado para apurar as causas e possíveis responsabilidades.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral