Não resistiu: morre ajudante de pedreiro que matou ex-mulher, em Bertioga | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Segurança
Arma usada no crime é um revólver calibre 32
Arma usada no crime é um revólver calibre 32 Foto: Divulgação/Polícia Civil

Não resistiu: morre ajudante de pedreiro que matou ex-mulher, em Bertioga

Maurílio Carvalho da Gama atirou contra o ouvido, após matar a ex-companheira com um tiro no pescoço


26 de dezembro de 2018 às 14:01
Por Da Redação

O ajudante de pedreiro  Maurílio Carvalho da Gama, de 62 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira, 26, no Hospital de Bertioga, onde estava internado, sob escolta policial, desde terça-feira, 25, após matar a ex-mulher,
Neuza Alves de Souza Gama, de 57 anos, e, em seguida, tentar se suicidar. 


Neuza foi morta com um tiro no pescoço, na casa do atual namorado, na rua Pires Cubas, 341, no Centro, na frente de uma criança de 11 anos. Um dia antes, ela havia dito ao namorado, que estava sendo ameaçada de morte pelo ex-companheiro e foi convidada para ficar na casa, onde seria mais seguro. 


Após invadir a residência do casal e atirar na mulher, Maurílio fugiu para a sua casa, na rua João Ramalho, 125, também no Centro. Quando a polícia chegou ao local, ele correu para uma área de mato e tentou se suicidar, com um disparo contra o ouvido. Os policiais o encontraram com um revólver calibre 32, nas mãos.   

Maurílio foi encaminhado em estado gravíssimo para o Hospital de Bertioga, onde ficou sob escolta policial, e autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado (feminicídio). 

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral