Moto usada por criminoso morto em troca de tiros foi roubada em Bertioga | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Segurança
Foto:

Moto usada por criminoso morto em troca de tiros foi roubada em Bertioga

Embora a moto tenha sido encontrada com Jaílton Barbosa dos Silva, não é possível afirmar que ele a tenha roubado

14 de setembro de 2018 às 12:09
Por Da Redação

A motocicleta utilizada na 'saidinha de banco', que resultou na morte de um criminoso, na tarde de segunda-feira, 10, em Guarujá, havia sido roubada em Bertioga, no começo do mês de setembro. O ladrão da Honda 250 Twister a levou e ainda pediu resgate do veículo para o proprietário. 

De acordo com o boletim de ocorrência, o roubo ocorreu na noite de 2 de setembro, quando o dono da moto trafegava pela rua Francisco Chaves, no bairro Jardim  Vicente de Carvalho, foi abordado por um homem armado, que o obrigou a entregar a Twister e fugiu sentido Caruara. O dono informou às autoridades que o ladrão ligou para pedir a quantia de R$ 1.300 para devolver o veículo, mas, como a vítima não possuía o valor, depositou R$ 500. Posteriormente, o bandido entrou em contato novamente e combinou um local para a entrega, no entanto, não apareceu. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Bertioga, no dia 4 de setembro.

Veículo encontrado

A polícia encontrou a motocicleta com o criminoso Jaílton Barbosa dos Silva, de 18 anos, após uma troca de tiros entre ele e um policial à paisana, em frente a uma agência do  banco Itaú, bairro Enseada, em Guarujá. O assaltante e um comparsa renderam um empresário na porta do banco, na avenida Dom Pedro I, e roubaram R$ 300 da vítima. Após pegar o dinheiro, os bandidos tentaram fugir, mas foram surpreendidos por um policial militar que estava no local; Jaílton reagiu à voz de prisão e atirou contra o PM. 

A autoridade revidou os disparos e atingiu o marginal, que foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Enseada, mas não resistiu. O outro ladrão fugiu à pé e ainda não foi identificado. A arma usada por Jaílton estava com três cartuchos deflagrados, um íntegro e outro picotado. O policial não teve ferimentos. O caso foi encaminhado à Delegacia Sede de Guarujá como tentativa de roubo, homicídio  simples, receptação e localização de veículo. A Polícia Civil trabalha para descobrir a identidade do fugitivo.  Embora a moto tenha sido encontrada com Jaílton, não é possível afirmar que ele a tenha roubado. 

Jaílton era morador de Guarujá e possuía duas passagens pela polícia, na cidade. Na primeira, ainda com 17 anos, o rapaz foi apreendido pela PM enquanto desmontava uma moto sem placa e com os números de identificação raspados. Já na segunda, os policiais o detiveram pilotando uma moto com placa falsa, com as numerações do chassi e do motor suprimidas. 
Últimas Notícias