Câmara critica demora do Executivo no envio de projeto dos servidores | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Política
Foto: SCS/CMC

Câmara critica demora do Executivo no envio de projeto dos servidores

Sessão da Câmara de Cubatão foi encerrada antes do período regimental por falta quórum

28 de março de 2019 às 14:02
Por Da Redação

A sessão ordinária da Câmara de Cubatão ocorrida na terça-feira, 26, foi encerrada antes do período regimental por falta de quórum, no entanto, antes da decisão, alguns vereadores criticaram a prefeitura. A reprovação foi devido a demora no envio por parte do Executivo, do projeto de recomposição salarial dos servidores, que tiveram perdas com a decisão do Tribunal de Justiça, onde foi declarado inconstitucional o pagamento de acréscimo salarial de 30%. Os parlamentares cobram celeridade da prefeitura.


O vereador Toninho Vieira (PSDB) destacou a luta dos servidores por seus direitos e elogiou os parlamentares pelas sucessivas obstruções pelo funcionalismo. Disse ele: “Estou indignado, revoltado com esta questão. Nós não podemos deixar que o governo faça dos servidores públicos um bode expiatório”.


Já Rafael Tucla (PT) acredita na força da Câmara para resolver o problema dos servidores públicos. “A essência do Poder legislativo é defender aqueles que têm poucas armas para se defender”.


O vereador Ivan Hildebrando (PSB) comentou que em recente conversa com o prefeito Ademário, foi garantido o envio do projeto à Casa de Leis. Ele defendeu a busca do diálogo e repudiou qualquer tentativa de desqualificar a categoria. 


Devido a falta de quórum, as bancadas de PRB, PT, PDT, PSB e PSDB pediram a obstrução dos trabalhos legislativos. 



Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral