Gestores do Hospital Municipal de Cubatão prestam contas | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
Foto: SCS/CMC

Gestores do Hospital Municipal de Cubatão prestam contas

Unidade conta com 125 leitos, dos quais 10 de UTI


20 de dezembro de 2018 às 16:57
Por Da Redação

Representantes do Executivo, do Legislativo e munícipes reuniram-se, na terça-feira, 18, no plenário da Câmara de Cubatão, um ano após a reinauguração do Hospital Municipal Dr. Luiz de Camargo da Fonseca e Silva, administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX). O objetivo foi a prestação de contas acerca dos serviços oferecidos pela unidade hospitalar e apresentação dos planos para 2019. 


O superintendente do hospital, o médico Abner Moreira de Araújo Júnior, apresentou dados sobre os avanços que a unidade teve. Atualmente, a unidade conta com 125 leitos, dos quais 10 de UTI, além disso, ocorreu a substituição do equipamento de tomógrafo, as obras do anexo hospitalar, no antigo teatro, no qual funcionarão novos serviços de saúde à população.


Outro fato significativo foi a aprovação do programa Residência Médica, em que os especialistas, além de atenderem no Hospital Municipal, integrarão a rede básica do município, como explica o Dr. Abner: “A gente já pode anunciar aqui, que iremos ampliar mais 20 leitos para o SUS ainda esse ano”.


A unidade conta com 128 especialidades médicas, integrada por 172 médicos, 128 colaboradores, dos quais 95% são munícipes.  O Hospital Municipal apresenta quatro salas cirúrgicas operacionais, e que serão ampliadas, o pronto-socorro obstétrico, sete consultórios médicos e um banco de sangue. Nesse um ano, foram realizados 1.080 partos; 5.105 cirurgias obstetras; 4.416 internações; 1.198 cirurgias; e 337 exames laboratoriais.


Para o superintendente, o Hospital melhorou a vida do cidadão cubatense, que anteriormente tinha que ir a outro município para ser atendido. “Antes de o hospital realizar sua abertura, a população chegava a ocupar mais de 20% das unidades de fora; hoje, isso não chega a 4%”. A secretária de Saúde Andréa Pinheiro chamou atenção para a regularização administrativa do Executivo e os avanços alcançados na área, mas ressaltou que, mesmo diante desta conquista do município, ainda há muito por fazer. “Celebrar um ano é saber que temos muito a comemorar, mas que também temos muito a fazer”.


O presidente da Câmara Rodrigo Alemão (PSDB) destacou o legado que deixa para a cidade e aproveitou para parabenizar  os vereadores e a prefeitura pelo empenho neste projeto. “É a celebração de um trabalho em conjunto, de harmonia, de Executivo, Legislativo e Judiciário”. Já o prefeito Ademário Oliveira apontou o fato de não haver, no país, um modelo de gestão para hospital semelhante ao de Cubatão. As dificuldades financeiras que existiam, na época, impediam que o município custeasse as obras, mas que, por meio do esforço coletivo, foi possível buscar uma alternativa para a reabertura do hospital.


Segundo o chefe do Executivo, o município sofria com dificuldades financeiras e, por isso, não conseguiria custear as obras do hospital; já com a administração da Fundação São Francisco Xavier (FSFX) foi possível trazer a unidade de volta para a população cubatense. Participaram do evento: o vice-prefeito e secretário de Planejamento Pedro de Sá; o vice-presidente do Legislativo Ricardo Queixão (PDT); e os vereadores Wilson Pio (PSDB); Erika Verçosa (PSDB); Lalá (SD); Marcinho (PSB); Jair do Bar (PT);  Rafael Tucla (PT); e Toninho Vieira (PSDB).


Durante a reunião, houve uma apresentação cultural com o violinista Ruan Souto Maior e a bailarina premiada Yasmin Matos. 

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral