Major Olímpio valoriza criação do diretório do PSL em Bertioga | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
Major Olímpio na carreata de apoio a Bolsonaro realizada no sábado, 22, em Bertioga, a partir de Boraceia | Autor: Imagens de Antônio TK, edição de Thiago Ribeiro
Major Olímpio na saída da carreata de Boraceia
Major Olímpio na saída da carreata de Boraceia Foto: Antônio TK/JCN

Major Olímpio valoriza criação do diretório do PSL em Bertioga

O presidente do partido, e candidato a senador, veio participar da carreata de apoio ao presidenciável Bolsonaro


24 de setembro de 2018 às 16:44
Por Estela Craveiro
Major Olímpio na saída da carreata de Boraceia
Major Olímpio na saída da carreata de Boraceia Foto: Antônio TK/JCN

Concentração de carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia
Concentração de carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia Foto: Estela Craveiro

Concentração de carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia
Concentração de carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia Foto: Estela Craveiro

Saída da carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia
Saída da carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia Foto: Estela Craveiro

Saída da carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia
Saída da carreata de apoio a Bolsonaro em Boraceia Foto: Antônio TK/JCN

Ainda que rápida, foi produtiva a visita que o deputado federal Major Olímpio, presidente do Partido Social Liberal (PSL) no estado de São Paulo, e candidato a senador, fez a Bertioga.

Ele veio participar da carreata de apoio à candidatura de Jair Bolsonaro à presidência da República, que saiu de Boraceia, no sábado, 23, rumo ao centro da cidade, no início da tarde, com um caminhão de som seguido por algo entre 15 e 20 carros.

Antes, Major Olímpio encontrou-se com Aparecido Pavanelli, o presidente do PSL em Bertioga, cujo diretório está em fase de formalização, e fez três visitas.

A primeira foi ao posto da Polícia Rodoviária, na rodovia Rio-Santos, quase em frente ao loteamento Morada da Praia, que já foi blindado e agora está sendo ampliado pela associação de condôminos do Morada, da qual Pavanelli é presidente. Depois, foi conhecer a experiência de autogestão do loteamento do Morada da Praia. E a seguir, foi ao campo do Independente Futebol Clube, time de Boraceia.

O presidente do PSL-SP e Pavanelli chegaram ao local da concentração para a carreata, em uma travessa da Rio-Santos ao lado do supermercado Krill, acompanhados de Kaled Ali El Malat, candidato do DC a senador, com quem o Major Olímpio anunciou estar fazendo dobradinha;  do vereador Ney Lyra (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Bertioga; e do vereador Eduardo Pereira (SD), candidato a deputado federal.

Para o Major Olímpio, é muito importante a criação do diretório do PSL de Bertioga, no lugar da comissão provisória que existia anteriormente e tinha pendência de prestação de contas após a eleição de 2016, agora já liquidada. Ele assumiu a presidência do PSL-SP em abril 2018, inicialmente também precisou resolver algumas pendências, e agora trabalha na organização para o fortalecimento do partido.

Em entrevista ao Costa Norte, o deputado disse que a criação do diretório em Bertioga “demonstra exatamente a nossa preocupação com o crescimento do partido no estado de São Paulo. Aqui em Bertioga tenho o Pavanelli, que é um irmão de mais de 36 anos juntos na Polícia Militar. E nós vamos ter uma sede do partido construída. Isso porque nós estamos nos preparando e, com a eleição do Jair Bolsonaro, se Deus quiser, já no primeiro turno, nós vamos ter o maior partido brasileiro. Aqui em Bertioga é fundamental termos uma boa estrutura”.

Major Olímpio causou certa surpresa ao pedir votos para Kaled Ali El Malat, guarda civil municipal de Bertioga que é candidato  a senador pelo DC, cujo candidato à presidência da República é José Maria Eymael, e não faz parte da coligação Brasil Acima de Tudo, Deus acima de todos, composta apenas pelo PSL e pelo PRTB, partido do General Mourão, vice na chapa do presidenciável Bolsonao.

Ele explicou: “Eu falo com muita satisfação aqui em Bertioga e onde eu posso. Eu tenho um companheiro que também é candidato ao senado. As pessoas podem falar, olha, mas ele vai te tirar voto. Não. As pessoas podem votar para dois candidatos. Nós temos aqui na terra um candidato também da segurança pública, o Kaled, que é guarda municipal. Esse moço vai surpreender”. Ele aludia à evolução de Kaled na pesquisa do Ibope, que apontou 2% de intenção de votos nesse candidato bertioguense.

Últimas Notícias