Eduardo Pereira quer lutar pela revisão do pacto federativo em Brasília | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte

Sistema Costa Norte de Comunicação

Logo do Jornal Costa Norte

Eduardo Pereira quer lutar pela revisão do pacto federativo em Brasília

Estela Craveiro
17 de julho de 2018 às 15:14

No próximo domingo, 22, o Partido Solidariedade (SD) realizará convenção a fim de definir seus candidatos para as próximas eleições. O vereador Eduardo Pereira é o pré-candidato de Bertioga a deputado federal. Atualmente cumprindo seu segundo mandato na Câmara Municipal de Bertioga, da qual é vice-presidente, ele, que é engenheiro e bacharel em direito, traz na bagagem experiências diversas. Foi vice-prefeito de Bertioga, na gestão de Mauro Orlandini, de 2009 a 2012, e secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos, de 2009 a 2010.

Antes, Pereira elegeu-se vereador pelo PDT, em 2004, e foi o primeiro do município a se candidatar a deputado federal, por aquele partido, em 2006, obtendo 5.691 votos. Anteriormente, por dez anos, foi assessor parlamentar do Legislativo bertioguense. Após deixar o Executivo municipal, foi assessor técnico da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo e titular da Diretoria Regional do Trabalho e Renda da Baixada Santista, que deixou para disputar a eleição de 2016.

Com base nessa vivência política, que se iniciou com o movimento pela emancipação política e administrativa do então distrito de Bertioga, Eduardo Pereira se prepara para empreender uma campanha eleitoral de baixíssimo custo, baseada na comunicação por meios digitais, como redes sociais e o aplicativo Whatsapp. Bancada por eventos como jantares, a empreitada deve se viabilizar pela militância política que ele vem trabalhando em 400 dos 645 municípios paulistas, em busca dos cerca de 60 mil votos de que ele precisa para conquistar uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Se eleito, um de seus objetivos é criar legislação que elimine impostos sobre medicamentos. Outro é lutar para que a reforma da previdência que não prejudique o trabalhador e acabe com as grandes aposentadorias pagas a funcionários públicos. Mas sua principal meta é a redistribuição dos tributos arrecadados pelos governos federal e estadual, de forma a privilegiar os municípios. Conheça algumas ideias, preocupações, propostas e estratégias de Eduardo Pereira para chegar a Brasília.

Por que o senhor quer ser deputado federal?
O Brasil precisa de pessoas boas para mudar a história desse país.

Sendo eleito, qual será sua linha de atuação?
Eu quero fazer a revisão do pacto federativo. O governo federal é uma máquina muito grande, consome muito recurso, advindo de impostos nossos, e pouco faz por quem mora nas cidades. Quero valorizar os municípios. As pessoas que moram nos municípios precisam ter políticas públicas eficientes e, para isso, você tem que rever para onde vai o dinheiro do imposto. Tem que ficar no município, nos cofres das prefeituras, para elas fazerem a gestão da saúde, da segurança e de outros serviços públicos.

Como tornar isso realidade?
Vamos dialogar com as bancadas do meu partido e de outros partidos da mesma linha socialista, que se preocupam com o cidadão, que está sofrendo com desemprego, políticas de saúde, educação e infraestrutura ruins. Os municípios precisam de recursos. Como deputado federal, vou levar essa proposta para o Congresso Nacional.

Isso teria que ser feito através de legislação?
É bem complexo, teria que ser feito um pacto federativo. Hoje existem leis federais, estaduais e municipais. Por exemplo, o IPVA: 50% fica para o município e 50% vai para o estado. Para o estado fazer o quê pelo município? Um produto é industrializado aonde? No município. E o IPI vai para onde? Para o governo federal. Temos que rever isso. Os municípios precisam levar a maior fatia. O sistema está errado. Precisamos fazer várias mudanças.

Os deputados continuarão tendo verbas para emendas...
Isso no sistema atual. Vamos usar esse dinheiro das emendas, sim, para empreender nos municípios. Mas vamos provar que esse tipo de política está errado. Vejo a dificuldade que o meu município tem para captar recursos no governo federal porque não tem projeto (exigido para liberação de verbas). Temos 645 municípios no estado de São Paulo, a maioria com dificuldade de fazer políticas públicas eficientes. E qual o motivo de todo mundo? Falta de recursos. Se os municípios tiverem dinheiro no cofre, conseguem tocar a vida deles.

Como o senhor pretende obter os 60 mil votos de que precisa?
Nós estamos trabalhando em 400 municípios do estado de São Paulo com quem foi candidato a vereador pelo meu partido em 2016 e teve entre 50 e 500 votos, mas não conseguiu ganhar a eleição por falta de apoio político. Estamos convidando essas pessoas a entrar na nossa Corrente do Solidariedade. É uma ação entre amigos, em que 1.200 pessoas vão buscar os votos de 50 pessoas, cada uma. Isso dará 60 mil votos. Já tenho o apoio de 1.100 pessoas.

Seriam cabos eleitorais?
Não, é militância. Não vamos trabalhar com recursos, pagando, não vamos ter adesivos, nada disso. A lei eleitoral diz que quem tem que doar é o cidadão, mas o cidadão não tem condições O jeito que a gente achou foi usar meios digitais, pelas redes sociais e pelo Whatsapp, ter uma programação diferente e a contar com a militância.

O senhor defende o município, mas, para se eleger, depende de votos de muitos municípios. Não é contraditório?
Não. Posso trabalhar pela minha cidade e por outras 400, desde que tenha votos lá e apareça para honrar esses votos. Por exemplo, cadê o deputado federal mais votado em Bertioga na última eleição? É prefeito de São Paulo. Bruno Covas teve quatro mil votos em Bertioga. Ele vai defender a gente no Congresso? 

Comentarios

Previsão do tempo


MÁX

MIN

Estradas

Segurança

Colunas e Blogs

Geral

Política

Esporte

Variedades

Horóscopo Cigano

Horóscopo Cigano - de 27 a 2 de junho

  • Coroa - 27 a 2 de junho

    COROA - (20 DE ABRIL A 20 DE MAIO) A semana pede mais equilíbrio nas questões financeiras, mais força  e dedicação nas questões profissionais enfim é hora de focar mais em seus objetivos, se desprender dos seus medos e encarar uma nova jornada com mais coragem arriscando um pouco mais. No amor a semana é bem tensa e será preciso manter a calma ao conversar, saber que nem sempre você tem razão e passar por cima de certas situações que possam vir a causar o término do seu relacionamento.

  • Candeias - 27 a 2 de junho

    CANDEIAS -  (21 DE MAIO A 20 DE JUNHO) Momento de recomeço, fase de paz interior enfim você busca uma nova jornada muito mais positiva, fugindo assim de situações que até a pouco tempo te atrapalhavam e muito. Você quer uma vida nova e a partir dessa semana vai mudar o que for preciso em seus caminhos, você reflete sobre tudo o que está por vir porém já tomou a decisão de arriscar, só está esperando uma resposta que durante os dias da semana com certeza aparecerá.

  • Roda - 27 a 2 de junho

    RODA - (21 DE JUNHO A 21 DE JULHO) Uma fase de luz e conhecimento, momento de recomeços e muita paz espiritual. Você se desapega de preocupações banais, vai ao encontro da evolução e quer mais equilíbrio em todos os sentidos, sente que está na hora de rever seus conceitos e desapegar de situações que na verdade só trouxeram dores de cabeça. Este é o seu momento, é hora de viver a sua vida, curtir o seu romance e se desapegar de preocupações familiares.

  • Sino - 27 a 2 de junho

    SINO - (23 DE AGOSTO A 22 DE SETEMBRO) Mude o que for preciso, mas saiba verificar cada fato, entenda que tudo o que você precisa é ser coerente diante das situações, muitas vezes você  tem razão  mas devido às explosões e falta de paciência você acaba mudando tudo e infelizmente acaba desfavorecendo a sua palavra. No amor é hora de tomar decisões sérias em seus caminhos, sair de cima do muro que tanto atrapalha a sua vida e seguir com fé e boas decisões.

  • Moedas - 27 a 2 de junho

    MOEDAS - (23 DE SETEMBRO A 22 DE OUTUBRO) A sabedoria do tempo resolve tudo inclusive as questões mais difíceis, durante a semana você terá boas respostas relacionadas a isso, e terá a certeza de que está bem perto de resolver tudo de maneira positiva. Bom momento de luz e alegrias , você se sente mais forte diante das boas decisões e se sente mais firme nas questões pessoais. No amor é questão de paciência e fé,a pessoa amada terá muitos motivos para te elogiar.

  • Adaga - 27 a 2 de junho

    ADAGA - (23 DE OUTUBRO A 21 DE NOVEMBRO)  A semana traz muito raciocínio lógico e você consegue dar a volta por cima diante de todas as questões. Chegou a hora de avaliar tudo de maneira positiva, colocar em ordem seus pensamentos e sentimentos e focar mais em seus objetivos. Momento de renovação, de fé e boas energias, fim de uma fase de indecisões, você toma a iniciativa diante dos fatos e vai ao encontro da luz desejada para os seus caminhos.

  • Ferradura - 27 a 2 de junho

    FERRADURA - (22 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO) Muitas vezes você perde grandes oportunidades pela sua teimosia, acaba deixando de lado aquilo que muito te interessa só por manhas pessoais que não te levam a lugar algum, é preciso raciocinar sobre a sua vida e suas decisões, você sempre acaba tendo certas dores de cabeça por ser tão desorganizado(a) e por não ter coragem de tomar a iniciativa. Seja forte, a semana pede isso de você, vai em frente com as suas boas decisões.

  • Taça - 27 a 2 de junho

    TAÇA - (21 DE JANEIRO A 29 DE FEVEREIRO) A semana traz ações, você vai ao encontro de respostas positivas que fazem mais sentido em sua vida, transforma os seus caminhos de maneira positiva, segue com fé e entusiasmo diante de tudo e acredita no seu potencial. No amor saiba entender os fatos e siga com fé essa nova jornada, mesmo estando com certas dúvidas o que tem de ser e o que tiver de acontecer vai acontecer não adianta tentar supor nem tomar providências sem saber ao certo no que vai dar.

  • Capela - 27 a 2 de junho

    CAPELA - (20 DE FEVEREIRO A 20 DE MARÇO) Tudo o que você precisa na verdade é saber lidar com todas as situações, mudar aquilo que tanto te incomoda de maneira positiva e buscar a paz acima de tudo mantendo assim o equilíbrio para os seus dias. Infelizmente muitas vezes você toma atitudes impensadas e comete grandes erros irreparáveis, mas sempre está disposto a mudar e corrigir os fatos, isso favorece os seus dias, te traz mais conforto diante das situações.

  • Punhal - 27 a 2 de junho

    PUNHAL - (21 DE MARÇO A 20 DE ABRIL) Fase de buscas, momento de reflexões sobre tudo enfim você quer mudar o que for preciso mas ainda não sabe por onde começar. As questões ficam mais claras pra você, mesmo não concordando com muitas a sua decisão será seguir em frente, pois o que deseja mesmo é progresso e fim de situações que não te trazem proveito algum. No amor depois de uma conversa franca tudo fica bem e se você souber manter essa energia da paz isso vai durar muito tempo.

  • Estrela - 27 a 2 de junho

    ESTRELA - (22 DE JULHO A 22 DE AGOSTO) Momento de renovação, de bons sentimentos, de pensamentos fortes e decisivos, muitas questões sendo resolvidas quer sejam familiares, trabalhistas e até mesmo amorosas, a semana traz muitas respostas pra você. Chegou a hora de focar melhor em seus objetivos, fazer a escolha certa e tomar as atitudes mais adequadas. No amor seja coerente, entenda a pessoa amada e fuja de desconfianças que só atrapalham o seu romance.

  • Machado - 27 a 2 de junho

    MACHADO - (22 DE NOVEMBRO A 21 DE DEZEMBRO) A semana oportuna, a hora da reviravolta, o momento de recomeçar enfim depois de muitos imprevistos ao seu redor chegou a resposta para muitas das suas questões porém cabe à você tomar a decisão ideal, a que te trará a verdadeira paz e também o equilíbrio necessário para os seus dias. Respostas amorosas e financeiras surgem juntas te trazendo a alegria e também fortalecendo o seu astral. Momento de muita dedicação à sua fé, isso te fortalece e muito!