Logo do Jornal Costa Norte
|
Política

Alexandre Frota é pré-candidato a deputado federal pelo PSL

Aborto, ideologia de gêneros e doutrinação nas escolas estão na mira do ex-ator, que é a favor da pena de morte e da prisão perpétua


06 de julho de 2018 às 13:49
Por Estela Craveiro
Alexandre Frota durante o programa Caré da Manhã
Alexandre Frota durante o programa Caré da Manhã Foto: Estela Craveiro/JCN

Foi um sucesso a participação de Alexandre Frota no programa Café da Manhã, do Sistema Costa Norte de Comunicação, realizado na sexta-feira, 6, com grande audiência e imenso número de mensagens do público durante a transmissão ao vivo. Ele é pré-candidato do Partido Social Liberal (PSL) a deputado federal, pelo estado de São Paulo, a convite de Jair Bolsonaro, que deve concorrer à presidência da República pela legenda.  A convenção do PSL será realizada em 30 de julho, e Frota trabalha animado na pré-campanha.

Frota explica a decisão de entrar na política: “Entendi meu papel na sociedade brasileira e me candidatei, como pode fazer qualquer um que ache que o Brasil precisa tomar um rumo. A gente não suporta mais a corrupção. O Bolsonaro me escolheu pra ser um dos pré-candidatos a deputado federal, porque ele vai precisar de gente lá dentro para trabalhar para ele”, referindo-se à Câmara Federal e à eventualidade de Bolsonaro se tornar presidente.

O pré-candidato não tem propostas pré-definidas: “São todas as que podem melhorar o país. Eu não falo de propostas porque eu acostumei a ver na política as pessoas falando de propostas e não cumprindo. Então, eu vou mostrar o meu trabalho realmente trabalhando. As propostas quem vai fazer é o povo brasileiro, as pessoas que querem mudar o país de alguma forma”.

Um de seus objetivos é pegar firme na fiscalização do que faz o Poder Executivo: “A gente vai para cima. O nosso papel, entre outras coisas, é o de fiscalizar e denunciar o que vem acontecendo. Vai ser muito difícil, a gente sabe, não vamos mudar o país em quatro anos. A gente entende que precisa de união, de renovação, e, mais do que isso, de vontade, garra, determinação, de ser honesto, autêntico, verdadeiro e não ter medo”.

Frota é claro ao listar suas convicções e as do PSL: “A gente é contra o aborto, ideologias de gêneros, doutrinação nas escolas, campanha do desarmamento, e a favor da pena de morte, da prisão perpétua, da tolerância zero, de fazer com que a polícia possa atuar e ser determinante, de mudar as leis em relação à corrupção, de manter presos os corruptos, e fazer com que esses bandidos que roubaram o país paguem de verdade".

Últimas Notícias