Ministério da Saúde libera quase R$ 10 milhões para a Baixada Santista | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
Além dos recursos destinados às sete cidades, Bertioga e Guarujá também têm valores garantidos para investir no setor por meio de emendas de Papa
Além dos recursos destinados às sete cidades, Bertioga e Guarujá também têm valores garantidos para investir no setor por meio de emendas de Papa Foto: Alexssandro Loyola/PSDB

Ministério da Saúde libera quase R$ 10 milhões para a Baixada Santista

Recursos são oriundos de emendas parlamentares indicadas pelo deputado federal João Paulo Tavares Papa


03 de julho de 2018 às 10:40
Por Da Redação

Sete das nove cidades da Baixada Santista receberam recursos que totalizam quase R$ 10 milhões para investir nos serviços e equipamentos de saúde. Os valores, liberados pelo Ministério da Saúde, são oriundos de emendas parlamentares indicadas pelo deputado federal João Paulo Tavares Papa (PSDB-SP). Entre as destinações, destacam-se mais de R$ 3 milhões para o custeio do Hospital dos Estivadores de Santos, além de recursos voltados a aquisição de ambulâncias e equipamentos para Unidades de Saúde da região.

Desde o início do mandato, em 2015, Papa já encaminhou à saúde da Baixada mais de R$ 50 milhões, sendo o único parlamentar da atual legislatura a encaminhar recursos às nove cidades nos últimos quatro anos. Disse ele: “Destinei praticamente todos os recursos a que tinha direito à região, fortalecendo esse setor, que deve ser sempre prioridade absoluta. Melhoramos o atendimento nos últimos anos, com o apoio do mandato, mas ainda temos muito para avançar e permanecerei trabalhando pela saúde da Baixada”.

Papa destacou, no envio das emendas, os hospitais regionais que atendem a saúde pública. “Além do Estivadores, optei por auxiliar o trabalho de recuperação da Santa Casa de Santos, assim como o Hospital Guilherme Álvaro, que há anos não recebia recursos federais, o Hospital Modelo de Cubatão e o Hospital Regional de Itanhaém”, reforçou. 

Os recursos foram divididos da seguinte maneira: Santos - R$ 3 milhões para o custeio do Hospital dos Estivadores, R$ 670 mil em equipamentos para a Santa Casa de Santos) e R$ 670 mil (equipamentos para o Hospital Guilherme Álvaro; São Vicente - R$ 1,320 milhões para a aquisição de ambulância, veículo para transporte de pacientes e equipamentos para unidades de saúde; Cubatão - R$ 1 milhão para o custeio das unidades de saúde; Itanhaém - R$ 900 mil para o custeio das unidades de saúde; Praia Grande - 900 mil para o custeio das unidades de saúde; Peruíbe - R$ 750 mil em equipamentos para unidades de saúde; Mongaguá - R$ 550 mil em equipamentos para unidades de saúde.

Mais destinações

Além dos recursos destinados às sete cidades, Bertioga e Guarujá também têm valores garantidos para investir no setor por meio de emendas de Papa. As cidades deverão investir mais de R$ 2 milhões, juntas, para o custeio e equipamentos para a saúde. Os montantes já foram empenhados e devem ser liberados pelo Ministério da Saúde nos próximos dias. Para Bertioga, serão destinados R$ 750 mil e, para Guarujá, R$ 1,5 milhão.


Últimas Notícias