Suman e Squassoni apresentaram planos de aeroporto em Guarujá à Aeronáutica | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
O deputado Marcelo Squassoni e o prefeito Válter Suman em reunião no Comando da Aeronáutica
Foto:

Suman e Squassoni apresentaram planos de aeroporto em Guarujá à Aeronáutica

O prefeito e o deputado federal estimam que, após as autorizações, durem 90 dias as obras para transformar galpão em área de check-in e reformar píer para ligação com o terminal de passageiros do Porto de Santos


10 de maio de 2018 às 14:40
Por Da Redação

Na quarta-feira, 9, o deputado federal Marcelo Squassoni (PRB) e o prefeito de Guarujá, Valter Suman (PSB), apresentaram ao chefe de gabinete do Comando da Aeronáutica (GABAER), major-brigadeiro do ar Marcelo Kanitz Damasceno, em Brasília, os planos preliminares para as intervenções necessárias à instalação do Aeroporto Civil Metropolitano da Baixada Santista na Base Aérea de Santos, em Guarujá.

A aprovação do uso compartilhado de áreas civil e militar na Base Aérea já foi anunciada no início de janeiro de 2018. A partir da aprovação das obras propostas pela prefeitura de Guarujá será possível relançar o edital de concorrência para o Aeroporto, informa Suman. A primeira licitação fracassou em 2017, com o único consórcio inscrito no certame desclassificado por falta de apresentação de documentos.

As intervenções sugeridas pela prefeitura têm o objetivo de reformar um galpão para instalar o saguão para check-in dos passageiros e realizar as adaptações necessárias em um píer onde atracarão embarcações que farão o transporte de passageiros, pelo canal do Porto de Santos, entre o futuro aeroporto e o Terminal Marítimo de Passageiros do Concais, que atende ao público dos cruzeiros turísticos, já em território santista, conta Suman.

O prefeito estima que, a partir das autorizações necessárias, as obras devem durar 90 dias: “O brigadeiro ouviu com simpatia nossas ideias, porque são propostas simples, exequíveis, rápidas e econômicas”. Na próxima semana, Squassoni e Suman discutirão o desenho do projeto com o Secretário Nacional de Aviação Civil do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Dario Rais Lopes. A ideia é, a seguir, apresentar o projeto definitivo ao comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato.

“O Aeroporto de Guarujá será um equipamento decisivo para aquecer não só a economia da cidade, mas de toda a Baixada Santista e do estado de São Paulo”, destaca Squassoni. “Essa reunião preparatória foi um passo decisivo para tirar o aeroporto do papel e realizar o sonhado primeiro voo ainda nesse ano. Vamos continuar dando total prioridade ao assunto e abrindo todas as portas necessárias em Brasília para encurtar esse prazo o máximo possível”.

Últimas Notícias