Vereador Pacífico Jr. tem renúncia oficializada | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
Presidente Ney Lyra explica o processo de registro da renúncia de Pacífico Jr., que protocolou carta de aviso em 10 de abril
Foto:

Vereador Pacífico Jr. tem renúncia oficializada

Sílvio Magalhães, primeiro suplente, licenciado, deve assumir mandato em definitivo em maio, e decidir se ocupa a cadeira no plenário ou pede nova licença


20 de abril de 2018 às 16:37
Por Estela Craveiro

Depois de causar comoção com o anúncio de que abandonaria seu mandato, na sessão da Câmara Municipal de Bertioga de 10 de abril, o vereador Pacífico Jr. (PROS) teve sua renúncia oficializada pelo presidente Ney Lyra (PSDB), no fim da sessão da terça-feira, 17. Manda o regimento que a renúncia valha a partir do momento em que o vereador protocola sua carta de aviso na secretaria da casa, e deve ser oficializada na primeira sessão posterior a isso.

Pacífico estava licenciado, por motivos pessoais, sem remuneração, desde o início da legislatura. Em seu lugar, havia assumido o primeiro suplente eleito Silvio Magalhães (PSB). Ele tomou posse em sessão extraordinária, em 6 de março, e, na sessão seguinte, no mesmo dia, por razões de ordem pessoal, pediu licença não remunerada por 60 dias.

Com isso, na sessão seguinte, assumiu o segundo suplente de Pacífico, vereador Ivan de Carvalho (PSD). Agora, Silvio Magalhães deverá tomar posse do mandato de forma definitiva, em 6 de maio, quando vencerá sua licença. O que ocorrerá a partir daí é uma incógnita. Ele tanto pode pedir outra licença quanto assumir o posto de vereador.

Últimas Notícias