Câmara rejeita a criação de instituto previdenciário para servidores | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
Proposta do prefeito teria a finalidade de substituir o Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores municipais.
Proposta do prefeito teria a finalidade de substituir o Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores municipais. Foto: Divulgação/Câmara de São Sebastião

Câmara rejeita a criação de instituto previdenciário para servidores

Proposta do prefeito de São Sebastião era de substituir o Fundo de Aposentadoria e Pensão dos servidores municipais


11 de abril de 2018 às 12:19
Por Da Redação
Proposta do prefeito teria a finalidade de substituir o Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores municipais.
Proposta do prefeito teria a finalidade de substituir o Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores municipais. Foto: Divulgação/Câmara de São Sebastião

Proposta do prefeito teria a finalidade de substituir o Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores municipais.
Proposta do prefeito teria a finalidade de substituir o Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores municipais. Foto: Divulgação/Câmara de São Sebastião

A Câmara de São Sebastião rejeitou na sessão de terça-feira, 10, o projeto que cria um instituto previdenciário para o funcionalismo público. Essa autarquia, conforme a proposta do prefeito Felipe Augusto, teria a finalidade de substituir o Faps – Fundo de Aposentadoria e Pensão dos Servidores municipais.

Antes da votação, o projeto foi modificado por 15 emendas do vereador Reinaldo Alves Moreira Filho, o Reinaldinho (PSDB), aprovadas por unanimidade. Mas na votação do projeto, foram contrários os vereadores Daniel Simões (PP); Ernane Primazzi, o Ernaninho (PSC); Onofre Santos Neto, o Neto (DEM); Giovani dos Santos, o Pixoxó (PSC); e Gleivison Henrique Costa Gaspar, o Professor Gleivison (MDB).

Para a aprovação, eram necessários, no mínimo, sete votos favoráveis, no entanto, o projeto contou apenas com seis. 

Últimas Notícias