Vereador combate a insegurança em Cubatão | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
Márcio Nascimento levou quatro tiros em 2016 e hoje luta pela segurança em Cubatão
Márcio Nascimento levou quatro tiros em 2016 e hoje luta pela segurança em Cubatão Foto: JCN

Vereador combate a insegurança em Cubatão

Márcio Silva Nascimento já foi baleado e hoje apresenta projetos voltados à segurança


27 de fevereiro de 2018 às 13:57
Por Da Redação

Em participação no programa Café da Manhã, do Sistema Costa Norte de Comunicação, na manhã de terça-feira, 27, o vereador cubatense Márcio Silva Nascimento (PSB) lamentou a falta de segurança em sua cidade. Em seu primeiro mandato, o parlamentar preside a Comissão de Segurança Pública (SEG)  e apresenta diversas indicações para melhorar a segurança em Cubatão.

Durante o programa, Nascimento relembrou um assalto no qual foi vítima em novembro de 2016, um mês depois de ser eleito como vereador: "Levei quatro tiros na porta da minha casa, na Vila Natal. Fui atingido na cabeça e no braço". A investigação do caso ainda não concluiu se o crime foi político. "Entreguei a carteira, a aliança e a chave do carro, tudo. Não reagi. No que eu virei, ele disparou. Não entendi o motivo dos tiros".

Para reverter a violência na cidade, o parlamentar apresentou indicações que preveem o envolvimento da vizinhança no monitoramento e a implantação de painel opaco nas agências bancárias e instituições financeiras de Cubatão. "A intenção é dificultar a visualização da parte interna do banco e no banco 24 horas. O cliente faz uma movimentação e um individuo vê e avisa outras pessoas. Aí ele é surpreendido e roubado. Quero evitar esse tipo de situação", explica. Segundo o vereador, o projeto está em análise no setor jurídico da prefeitura.

O Projeto Vigilância Amiga, criado pelo vereador Rodrigo Alemão (PSDB), é acompanhado por Nascimento e inspirado na falta de câmeras de segurança durante assaltos e outros crimes. "Nesse projeto, o vizinho que possuir uma câmera e tiver registros de uma situação de roubo poderá ajudar nas investigações. A ideia é que os portadores de câmeras estejam cadastrados em um sistema para compartilhar as informações". O projeto de lei foi aprovado pela Câmara de Cubatão, enviado para a prefeitura e aguarda aprovação do Legislativo.

Últimas Notícias