Gestores do Hospital Municipal respondem a vereadores | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política
Objetivo é dirimir as dúvidas quanto ao funcionamento da unidade hospitalar.
Objetivo é dirimir as dúvidas quanto ao funcionamento da unidade hospitalar. Foto: Rodrigo Palassi

Gestores do Hospital Municipal respondem a vereadores

Representantes da Fundação São Francisco Xavier reuniram-se no anfiteatro Hugo Scanavacca


24 de fevereiro de 2018 às 11:14
Por Da Redação

Os vereadores de Cubatão reuniram-se, dia 22, com representantes da Fundação São Francisco Xavier (FSFX), gestora do Hospital Municipal de Cubatão, no anfiteatro Hugo Scanavacca. O objetivo do encontro foi estreitar os laços entre o Poder Legislativo e os profissionais do complexo de saúde, para dirimir as dúvidas quanto ao funcionamento da unidade hospitalar.

O presidente da Câmara, Rodrigo Alemão (PSDB), ao comentar sobre alguns episódios recentes em que parlamentares foram impedidos de acessar o complexo hospitalar, reforçou o que diz o artigo 29 da Lei Orgânica do Município: "O vereador, no exercício de seu mandato, terá livre acesso às repartições públicas municipais, podendo diligenciar pessoalmente, inclusive junto aos órgãos da administração direta, sociedades de economia mista, autarquias e fundações, devendo lhe ser dada vista de documentos e atendimento pelos respectivos responsáveis".

Rodrigo Alemão afirmou que os eventuais conflitos serão resolvidos com bom senso e diálogo franco entre o Legislativo e os responsáveis da FSFX. Ele ressaltou que o vereador é o representante mais próximo da população e, por isso, é muito requisitado, principalmente sobre questões relacionadas à demora no atendimento no Hospital Municipal. "Temos que trabalhar lado a lado", defendeu o chefe do Legislativo.

Jair do Bar (PT), presidente da Comissão Permanente de Saúde da Câmara, pediu respeito e sensibilidade aos dirigentes da FSFX. O vereador destacou que existe uma cultura muito enraizada em Cubatão, de a população procurar os parlamentares para resolver problemas relativos a atendimento médico. "Dedicamos nossas vidas aos nossos mandatos. Somos realmente o para-choque da sociedade", afirmou. Ele ainda fez questão de esclarecer que não existe, por parte do Legislativo, uma tentativa de intimidação, apenas a vontade de exercer plenamente o papel de fiscalizador da gestão pública.

O médico Abner Moreira, superintendente do Hospital Municipal, adotou um tom de conciliação e disse acreditar no aperfeiçoamento da comunicação entre FSFX e Legislativo. O profissional apresentou o balanço das atividades do complexo de saúde nos dois primeiros meses de atuação da empresa gestora. Entre os números apresentados, estão 499 internações; 149 partos dos quais  83 normais e 66 cesáreas; 19.559 exames, 17.130 laboratoriais e 2.429 de imagem; 71 cirurgias; 149 testes "Orelhinha/Coraçãozinho/Olhinho"; e 189 vacinas. O corpo funcional do Hospital Municipal é formado por 440 funcionários, dos quais 84,23% da cidade de Cubatão. A unidade conta com 80 médicos em 27 especialidades médicas.

Moreira ainda afirmou que o setor de hemodiálise e hiperbárica será entregue em agosto deste ano, sendo que estava previsto para dezembro. Segundo o superintendente, serão 35 cadeiras de diálise. Ele informou que o atendimento da Central de Relacionamento com Cliente é feito presencialmente, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 11h30 e 13h às 17h ou pelo telefone 3388 4914.

Também participaram da reunião a secretária municipal de Saúde Andrea Pinheiro, e os vereadores Fábio Roxinho (MDB), Toninho Vieira (PSDB), Aguinaldo Araújo (PDT), Lala (SD), Ricardo Queixão (PDT), Érika Verçosa (PSDB), Dr. Anderson Veterinário (PRB), Marcinho (PSB) e Sérgio Calçados (PPS).

Últimas Notícias