Vereadores requerem atenção ao transporte de pacientes | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política

Vereadores requerem atenção ao transporte de pacientes


06 de outubro de 2017 às 16:45
Por Costa Norte
Requerimento pede triagem e ajuste de horários do transporte de pacientes com doenças graves, para consultas em outros municípios


O vereador Evandro Alves Rodrigues, o Vando da Vila (PP), apresentou requerimento na sessão de terça-feira, 3, no qual solicita informações à prefeitura de Ilhabela sobre a possibilidade de triagem e ajuste de horários do transporte de pacientes com doenças graves, para consultas em outros municípios. O requerimento recebeu pedido de discussão do vereador Anísio Oliveira (DEM), que reforçou a necessidade, especialmente, dos pacientes da oncologia.

Segundo informações de usuários do serviço, os pacientes e seus acompanhantes saem de Ilhabela antes mesmo do dia amanhecer, e os que tiverem suas consultas pela manhã precisam aguardar a última consulta antes de retornar ao município. Vando destacou: “Os pacientes encontram-se debilitados com a grave enfermidade e sofrem com esse longo período de espera e viagem, diante isto, faz-se necessário que seja estudada uma melhor forma de atendê-los”.

O vereador Anísio Oliveira (DEM) lembrou que este tema vem sendo tratado pelo Legislativo há um longo tempo, mas sem retornos positivos. “Quero pedir atenção, principalmente, para os pacientes de oncologia que precisam de um olhar especial, porque, fazer uma quimioterapia, não é como fazer um raio-x ou outro exame”.

Anísio ainda enfatizou outro requerimento de autoria do vereador Marquinhos Guti (DEM), sobre o benefício do TFD - tratamento fora do município -, direito garantido aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) para o custeio de despesas com alimentação, hospedagem e deslocamento. Em resposta, a prefeitura informou que os pacientes são contemplados com o TFD, mediante solicitação via protocolo e entrevista com assistentes sociais.

O vereador questionou os valores previstos na portaria federal 55/99, que estabelece o pagamento de R$ 3 a cada 50km, para o transporte terrestre, ou ajuda de custo, no valor de R$10. “Muitas pessoas não têm condições para se alimentar, e não é possível passar o dia com esses valores. Vamos rever isso porque o nosso município tem condições”, completou.

Ilhabela

Da redação

Foto: Divulgação/CMI

Últimas Notícias