Câmara de Guarujá economiza R$ 2 milhões e garante verba para saúde | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política

Câmara de Guarujá economiza R$ 2 milhões e garante verba para saúde


27 de julho de 2017 às 10:28
Por Costa Norte
Aporte extra garantirá a compra de 326 equipamentos de saúde, além de recursos para entidades e conselhos municipais


A prefeitura de Guarujá recebeu nesta quarta-feira, 26, um aporte extra de R$ 2 milhões, economizados pela Câmara Municipal, que garantirá a compra de 326 equipamentos de saúde, como ambulâncias, instrumentos, acessórios e aparelhos, além de recursos para entidades e conselhos municipais.

O cheque foi entregue pessoalmente pelo presidente do Legislativo, Edilson Dias, ao prefeito Válter Suman, durante solenidade que contou com a presença de vereadores, secretários da prefeitura, servidores públicos e representantes de entidades sociais que atuam em Guarujá e no distrito de Vicente de Carvalho.

O valor é referente à primeira parcela, de um total de duas, que serão devolvidas à prefeitura até o final deste ano. Ao todo, serão R$ 4 milhões repassados do orçamento da Câmara aos cofres da Administração.

Além dos equipamentos de saúde, o valor ainda possibilitará a compra de três automóveis, 14 computadores, mobílias, entre outros itens para equipar o Conselho Municipal de Saúde e os conselhos tutelares de Guarujá e de Vicente de Carvalho.

O dinheiro economizado também permitirá o aumento de 15% no valor dos repasses feitos à Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Apaag (Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Guarujá) e CRPI (Centro Recuperação Paralisia Infantil Guarujá).

 

Economia de R$ 2 milhões


A Câmara informou que os recursos são oriundos de um plano de economia iniciado em janeiro. O presidente do Legislativo, Edilson Dias, elencou as medidas adotadas: "Renegociamos contratos; acabamos com as verbas de representação; limitamos o uso dos carros oficiais; cortamos gratificações; iniciamos um controle rigoroso de horas extras, assim como de uso de materiais e demais recursos colocados à disposição dos gabinetes, entre outras ações que tornaram nossa máquina administrativa mais eficiente".

A destinação dos recursos foi definida com base em tratativas entre os chefes do Legislativo e Executivo, realizadas no início do ano. Edilson comentou: "Logo após eu ter assumido a presidência do Legislativo, quis saber do prefeito como a Câmara poderia auxiliá-lo. E ele, por sua vez, nos trouxe essas demandas, que agora já estão em vias de ser atendidas, graças a esse esforço conjunto".

A previsão, segundo ele, é que até o final do ano sejam assegurados todos os repasses, assim como as compras dos itens mencionados. "A prefeitura executará as ações necessárias tendo a garantia de que os custos serão cobertos com o dinheiro devolvido pela Câmara".

Foto: Divulgação

Últimas Notícias