Kaled, Miranda e Caio Matheus confirmam candidaturas para prefeito de Bertioga | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Política

Kaled, Miranda e Caio Matheus confirmam candidaturas para prefeito de Bertioga


08 de agosto de 2016 às 08:51
Por Costa Norte

*Crédito: JCN

Mais de 40 mil eleitores irão às urnas no dia 2 de outubro e, pelo menos para prefeito, votarão em um candidato que nunca exerceu o cargo naquela que será a maior eleição da história de Bertioga. O pleito majoritário será disputado pelos empresários Caio Árias Matheus (PSDB) e Ideval Gorgônio Primo, o Miranda (PPS), além do servidor municipal Kaled Ali El Malat (PSDC). As convenções aconteceram nas últimas duas semanas e movimentaram 20 partidos.

Miranda é o representante do governo e tem como vice a advogada Débora Pereira. Ele foi o primeiro a oficializar candidatura e reúne outros nove partidos na coligação (SD; PV; PTC; PRB; PT; PEN; PSB; PSD; PROS). Os partidos aliados devem lançar 54 candidatos a vereador. Outro partido a confirmar apoio foi o PT do B, porém sem candidatos ao Legislativo

A meta de Miranda é dar sequência aos trabalhos da atual gestão, como diz: “Nós não vamos parar um dia de trabalhar e continuaremos todas as obras, sejam elas de hospitais, creches ou pavimentação”. Ele é ex-secretário de Governo; de Planejamento Urbano; de Turismo, Esporte e Cultura; e Obras e Habitação.

O segundo a efetuar o registro foi Kaled, que disputará em chapa puro sangue com o professor José Raimundo Pinheiro de Jesus como vice, sem candidatos a vereador. Durante a semana ele criticou uma série de pastas municipais e estaduais como as de Segurança, Meio Ambiente e Trabalho e Renda. “Há alguns anos a Honda quis abrir indústria aqui e a prefeitura impediu essa entrada. Isso aconteceu com outras empresas e, enquanto isso acontece, os picaretas maquilam a cidade”.

O terceiro e último a colocar o nome à disposição do eleitor foi Caio Matheus, em coligação com outros oito partidos (PTB; PR; PMN; PTN; PC do B; PDT; PMDB; e DEM). Ele foi vereador entre 2009 e 2012 e tem como vice o também ex-vereador Marcelo Vilares.  A proposta, assim como a de Kaled, é de mudança. Disse ele: “É Upa que não inaugura; é quiosque de praia e rodoviária abandonados; e mais uma série de serviços parados. Quem paga por toda essa falta de gestão somos nós, e as coisas têm que funcionar”.

Pré-candidaturas retiradas

Em meio às convenções, três pré-candidatos optaram por não concorrer ao pleito. Caso do empresário Jorge Elias Mahtuk (PT), que se juntou à base de Miranda; e Valéria Bento (PMBD) e Toninho Rodrigues (DEM), que, apesar de eleitos vereadores na base da situação, optaram por apoiar o candidato tucano.

Antonio Pereira

Últimas Notícias