SP prevê reformar 310 km de ciclofaixas até o fim de 2020, mas concluiu 9 km | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte

Sistema Costa Norte de Comunicação

Logo do Jornal Costa Norte

SP prevê reformar 310 km de ciclofaixas até o fim de 2020, mas concluiu 9 km

Renata Okumura/Agência Estado
16 de novembro de 2019 às 17:06

Com a promessa de revitalizar até o fim do próximo ano 310 quilômetros de ciclofaixas, a Prefeitura de São Paulo reformou 9 quilômetros de vias desse tipo em dois meses e meio, desde o começo dos trabalhos no fim de agosto. Trechos com obras iniciadas ou em fase de instalação das sinalizações somam cerca de 37 quilômetros. Ciclistas que usaram os trechos revitalizados elogiam a nova estrutura, mas se queixam da falta de sinalização em vias apagadas e de divulgação de um cronograma detalhado.

"O andamento das obras está muito lento e falta comunicação, pois deveriam ter mais faixas informativas, sinalização e cones, dividindo o espaço", critica Aline Cavalcante, diretora de participação pública da Associação de Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade). Mas ela avalia positivamente o novo modelo de ciclofaixa. "Estão com mais qualidade e segurança, mais tachões. A pintura está melhor. Quando começaram a ser apagadas, ficamos com receio de remoção, no entanto a Prefeitura afirmou que nenhuma ciclofaixa desapareceria."

Questionada, a gestão Bruno Covas (PSDB) não detalhou cronograma e só disse, por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que a requalificação deve ser executada no "biênio 2019/2020". Informou que "os serviços incluem renovação do pavimento asfáltico e aplicação do novo padrão de sinalização com pintura vermelha apenas na aproximação das travessias. Também são instalados tachões a cada metro". A CET afirmou ainda que a linha de bordo está sendo feita, de modo emergencial, para alertar motoristas sobre a continuidade da existência da ciclofaixa.

A rota para bikes da Avenida Corifeu de Azevedo Marques, na Lapa, zona oeste da capital, é um dos locais onde a obra foi finalizada no fim de outubro. Diferentemente da antiga pintura no asfalto, que era por toda a extensão em vermelho e com tachões e pinos de segurança, o novo padrão apresenta pintura vermelha só nos 10 metros de aproximação com os cruzamentos.

No restante da faixa, são desenhados símbolos de bicicletas no asfalto e linhas de bordo (vermelha e branca) dividindo o espaço entre bicicletas e carros. Tachões amarelos são instalados a cada metro da via, em cima da faixa branca, podendo variar de acordo com o projeto. "Na Avenida Corifeu de Azevedo Marques, por exemplo, o espaçamento é menor que um metro. Lá ainda há trechos com segregador, onde não há calçadas, para aumentar a segurança dos ciclistas", afirmou a CET.

Entre o fim de agosto e o início de setembro, ciclistas reclamaram de trechos que começaram a ser apagados, sem aviso prévio, o que levantou dúvidas se haveria revitalização ou remoção definitiva das vias.

Risco

Em algumas vias, o trecho de ciclofaixa de ida e volta divide o mesmo espaço, sendo os sentidos separados apenas por uma faixa amarela. Em outros, como na Corifeu, uma calçada central separa os dois lados da ciclofaixa.

"A nova pintura tem ficado boa, com mais tachões no chão, algo que ajuda a coibir um pouco as invasões de carros e melhora a sinalização. Porém, ainda continuam apagando ciclofaixas e deixando os ciclistas na mão", afirma Alex Gomes, consultor em mobilidade urbana e autor do Blog São Paulo na Bike, do Estado.

Recentemente, Gomes foi surpreendido. "Apagaram um trecho da Rua 13 de maio, perto da Avenida Paulista (região central), há alguns dias. Eu a usava para levar meu filho para a escolinha. Só há uma faixa dizendo 'Ciclovia em manutenção', mas sem cones" A CET disse que a estrutura cicloviária teve obras iniciadas recentemente e recebeu faixas de vinil para alertar motoristas e ciclistas.

Em Pinheiros, na zona oeste, a falta de sinalização na ciclofaixa da Rua Costa Carvalho, levou motoristas a desrespeitarem a pista destinada aos ciclistas. "Nunca foram realizadas a pintura e a sinalização adequadas. O máximo que temos são algumas placas de 'proibido parar' e outras sinalizando bicicletas. A consequência disso é que os motoristas ignoram completamente e estacionam em cima da faixa", afirmou o engenheiro Martim Kurauchi, de 32 anos, que usa a via.

Sobre esse trecho, a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras disse que a via irá receber "melhorias previstas na Operação Urbana Consorciada Faria Lima, Fase III - Largo da Batata", onde será feita a readequação do pavimento, sarjeta e sinalização".

A ciclofaixa da Rua Frederico Abranches, em Santa Cecília, na região central, é outra que está com estrutura bastante danificada. Segundo a CET, ela deve ser incluída em programas de manutenções específicas.

Meta

Conforme a CET, os 193 quilômetros restantes da malha cicloviária serão incluídos em programas de manutenção específicos. O plano de metas da Prefeitura, revisado por Covas em abril, também prevê a criação de 173 km de conexões, com verba total de R$ 325,7 milhões para o biênio 2019/2020.

A cidade tem 503,6 quilômetros de infraestrutura cicloviária - boa parte deles criado nos últimos anos, quando a Prefeitura investiu mais nesse modal de transporte (leia mais nesta pág.). O Programa de Metas também prevê um novo Plano Cicloviário, que ainda não tem data definida para ser apresentado.

Malha maior, sob críticas

As ciclofaixas ganharam força durante o governo Fernando Haddad (PT), que tinha no estímulo a bikes uma das suas marcas de gestão. Entre 2013 e 2016, a malha cicloviária de São Paulo cresceu de 64,7 km para 381,7 km - mais de 75% da estrutura que existe hoje. Na época, entretanto, as novas instalações foram acompanhadas por uma série de críticas, entre elas a falta de diálogo prévio com comerciantes e moradores de áreas contempladas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentarios

Previsão do tempo


MÁX

MIN

Estradas

Segurança

Colunas e Blogs

Geral

Política

Esporte

Variedades

Horóscopo Cigano

Horóscopo Cigano - De 25 de junho a 1° de julho

  • COROA - 25 de junho a 1° de julho

    (20 DE ABRIL A 20 DE MAIO) - Os dias que se seguem serão de bons planos pessoais e voltados aos estudos e aprendizados, você quer o progresso e começa a somar os seus objetivos, raciocina diante das situações e busca novas respostas em seus caminhos. No amor o jogo será duro por estes dias, não será fácil lidar com as indecisões da pessoa amada, procure acalmar-se diante de tudo e deixe que o tempo se encarrega de mudar o que for preciso.

  • CANDEIAS - 25 de junho a 1° de julho

    (21 DE MAIO A 20 DE JUNHO) - Momento de luz e novidades ,fase de determinação e fé. Você muda o que for preciso e segue com mais decisões e acordos que favorecem o lado trabalhista. Muitas mudanças acontecem sim mas são para melhor, e até mesmo questões que antes te traziam muitas dúvidas nessa semana tudo se esclarece e você consegue dar importantes passos ao progresso pessoal.Questões familiares são resolvidas e no amor a paz reina esta semana.

  • RODA - 25 de junho a 1° de julho

    (21 DE JUNHO A 21 DE JULHO) - Dias de luz e alegrias, momento de paz e determinação, fase favorável para a sua criatividade e o destino avisa que é hora de explorar seus conhecimentos e focar em dias melhores buscando a paz interior acima de tudo. No amor uma nova luz traz a paz para o seu coração, você busca o equilíbrio diante das situações e procura entender a pessoa amada. Não se deixe levar pelo medo ou ansiedade, tudo ficará bem dentro de alguns dias.

  • SINO - 25 de junho a 1° de julho

    (23 DE AGOSTO A 22 DE SETEMBRO) - Com o tempo tudo começa a se resolver, você consegue esclarecer os assuntos e o que antes era complicado ganha uma nova resposta. Não é fácil lidar com algumas situações porém você pode vencer os seus medos encarando as situações. Agora é o momento de reorganizar a sua vida e transformar os seus dias em situações melhores. No amor evite complicar os seus caminhos, tente entender a pessoa amada e fuja de complicações.

  • MOEDAS - 25 de junho a 1° de julho

    (23 DE SETEMBRO A 22 DE OUTUBRO) - Não se deixe levar pelo momento, existe uma luz alternativa em seus caminhos, procure focar em seus objetivos e acalme o seu coração. Com o passar dos dias tudo será esclarecido e você volta a ganhar a confiança de sempre. Conquiste o seu espaço com garra e determinação pois a sua capacidade permite isso, mas é preciso se desapegar de certas situações e focar em seus objetivos maiores buscando a luz e a espiritualidade.

  • ADAGA - 25 de junho a 1° de julho

    ( 23 DE OUTUBRO A 21 DE NOVEMBRO) - Fase de respostas positivas, de questões familiares favoráveis e muitos esclarecimentos, momento de desapego de certas questões, você volta a acreditar na sua capacidade e busca dias melhores em todos os sentidos. Mudanças acontecem no meio do caminho e você encontra a paz interior. No amor é hora de tomar uma decisão mais favorável, os dias se passam rapidamente e demorar pode atrasar a sua sorte nessa questão.

  • FERRADURA - 25 de junho a 1° de julho

    (22 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO) - Chegou  a hora de avaliar todas as questões, de mudar o que for preciso e seguir com fé e entusiasmo diante das situações. Vire a página, busque na sua fé as suas respostas, muitas vezes você encontrou dias melhores em seus caminhos quando se dedicou mais ao seu lado espiritual. Conquiste novamente o seu espaço, faça valer as suas palavras e tente reverter algumas situações. O seu destino pede progresso.

  • TAÇA - 25 de junho a 1° de julho

    (21 DE JANEIRO A 29 DE FEVEREIRO) - Uma nova luz favorece o seu astral e você começa a tomar importantes decisões em seus caminhos. Controle os seus impulsos, vá ao encontro da luz e da determinação, nunca se deixe levar pela indecisão, pelos imprevistos busque sempre manter o seu foco, fazer com que tudo possa ser diferente em seus caminhos. Conquiste a sua paz novamente, você é capaz de mudar o que for preciso, é capaz de renovar os seus planos.

  • CAPELA - 25 de junho a 1° de julho

      (20 DE FEVEREIRO A 20 DE MARÇO) - Refaça os seus planos, invista em seu potencial, os dias que se seguem pedem mais determinação de sua parte, então é preciso fortalecer os seus caminhos, colocar em ordem os seus objetivos, favorecer o seu astral buscando a luz de sua espiritualidade. No amor uma nova resposta favorece os seus dias porém será necessário entender a pessoa amada, saber lidar com tudo de maneira positiva sem se prender a certas situações.

  • PUNHAL - 25 de junho a 1° de julho

    (21 DE MARÇO A 20 DE ABRIL) - Momento de reorganização pessoal, você começa a pesar os prós e os contras de todas as situações, busca o equilíbrio acima de tudo e quer uma nova oportunidade nas questões profissionais. Bom momento para voltar-se ao lado espiritual onde seus caminhos ganham forças pois a sua Fé somada ao seu talento transforma os seus dias. No amor uma nova luz surge e te deixa mais tranquilo(a) diante das situações.

  • ESTRELA - 25 de junho a 1° de julho

    (22 DE JULHO A 22 DE AGOSTO) - Fase de renovação e muita Fé, momento de luz e novidades que transformam os seus dias, infelizmente algumas mudanças mexeram um pouco com o seu astral, mas com o passar dos dias tudo volta ao normal. A sua capacidade de se reorganizar diante dos fatos mais uma vez te surpreenderá. Só tome cuidado para não misturar os setores da sua vida. Busque a paz em questões familiares, evite opinar em assuntos polêmicos.

  • MACHADO - 25 de junho a 1° de julho

    ( 22 DE NOVEMBRO A 21 DE DEZEMBRO) - Fase de boas decisões, de momentos de otimismo e muita fé, você se depara com questões que favorecem o seu coração, muda o que for preciso e encara uma nova jornada com mais equilíbrio e força. No amor uma nova resposta alegra o seu coração, te enche de esperança e otimismo. Os dias que se seguem serão marcados por novas respostas e também muito foco em seus objetivos, você conseguirá dar a volta por cima diante de uma importante questão.