Bertioga é a única do litoral com todas as praias próprias para banho | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
MATHEUS CONSTRUTORA
Rosangela Ribeiro

Bertioga é a única do litoral com todas as praias próprias para banho

Levantamento da Cetesb confirma balneabilidade da melhor cidade do litoral paulista

05 de fevereiro de 2019 às 16:29
Da Redação
Mar Franz

JCN

JCN

Especial Publicitário

Paraíso de águas limpas a apenas 120 quilômetros da cidade de São Paulo, Bertioga é o destino certo para turistas neste verão. Além dos lindos refúgios naturais, como as calmas águas do Cantão do Indaiá, o município possui todas as praias próprias e os banhistas podem mergulhar sem medo.

A bandeira verde foi dada pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) após um levantamento realizado entre 23/12/2018 até 20/01/2019. O feito é único no litoral paulista, nenhuma outra cidade da região possui todas as praias próprias para banho.

Os 33 quilômetros de faixa litorânea de Bertioga são banhados pelo oceano Atlântico e rodeados por trechos da Mata Atlântica. A cidade possui 98% de seu território preservado, sendo a natureza o principal atrativo de quem visita o local. Prática de esportes e turismo náutico são o forte da região, mas o mergulho em águas tranquilas e limpas são o chamariz de moradores e turistas.

Quer ter o seu lugar neste pedacinho do paraíso? Conheça um pouco mais sobre o Indaiá Home Club.

A balneabilidade própria para banho incentiva ainda mais o turismo na cidade, significa que a água está liberada para recreação (natação, mergulho, esqui aquático e etc) e contato direto e prolongado. Vários fatores influenciam na qualidade da água, como a existência de despejos domésticos gerados nas proximidades, córregos afluindo ao mar, fisiografia da praia, chuvas, condições de maré, entre outros. Para atestar a qualidade das praias, a Cetesb leva em consideração alguns critérios e indicadores, como a densidade de coliformes fecais presentes na água.

Praias contaminadas podem expor banhistas a bactérias, vírus e protozoários. As doenças relacionadas ao banho, em geral, não são graves, como a gastroenterite, que apresenta sintomas como enjôo, vômitos, dores de estômago, diarréia, dor de cabeça e febre. Outras doenças menos graves incluem infecções de olhos, ouvidos, nariz e garganta. Em locais muito contaminados os banhistas podem se expor a doenças mais graves, como disenteria, hepatite A, cólera e febre tifoide.

Crianças, idosos e pessoas com baixa resistência são as mais suscetíveis a desenvolver doenças ou infecções após terem nadado em águas contaminadas. É recomendável não tomar banho em praias impróprias; evitar contato com cursos d’água que afluem às praias, evitar praias que recebem corpos d’água de qualidade desconhecida; não ingerir água do mar e não levar animais à praia.

Quer ter o seu lugar neste pedacinho do paraíso? Conheça um pouco mais sobre o Indaiá Home Club.

Conteúdo de responsabilidade do anúnciante
Notícias Relacionadas

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral