Com corte de Selic, poupança fica negativa | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte

Sistema Costa Norte de Comunicação

Logo do Jornal Costa Norte

Com corte de Selic, poupança fica negativa

Renato Jakitas/Agência Estado
31 de outubro de 2019 às 12:16

Com mais uma queda na taxa Selic, que nesta quarta-feira, 30, registrou novo piso histórico, o Banco Central jogou uma pá de cal nos investimentos de renda fixa. Com os juros básicos da economia a 5,0% ao ano, aplicações conservadoras como a caderneta de poupança e parte significativa dos fundos DI perdem para a inflação projetada para os próximos 12 meses.

 

Participe dos nossos grupos ℹ http://bit.ly/CNAGORA8 🕵‍♂Informe-se, denuncie!


A partir de agora, quem depositar R$ 1 mil na caderneta de poupança corre o risco de sacar, depois de 12 meses, um valor equivalente a R$ 998. Os R$ 2 de diferença deverão ser corroídos pela inflação, estimada em 3,54% para os próximos 12 meses, segundo o último relatório Focus, do Banco Central.

 

Destino de oito em cada dez investidores brasileiros, a poupança tinha R$ 818 bilhões em 24 de outubro, quase 16% dos recursos aplicados na renda fixa. A regra de rentabilidade da aplicação mais popular do País é 70% da Selic acrescida da Taxa Referencial (TR), que hoje está zerada. Com o corte de 0,5 ponto porcentual da taxa básica de juros, o rendimento da poupança recua de 3,85% para 3,43% - 0,11% abaixo da projeção do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), inflação oficial, do período.

 

Situação similar acontece com os fundos de renda fixa, chamados de fundos DI. Segundo cálculos da professora de economia Paula Sauer, da ESPM, todos os fundos da categoria com taxa de administração igual ou superior a 0,50% ao ano já perdem para a inflação, entregando na prática retorno negativo aos seus investidores (ler mais abaixo).

 

Garimpo

Hoje, existem 3.165 fundos de renda fixa no mercado. Dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) apontam que 41,16% deles cobram taxas a partir de 0,50% ao ano. "É uma situação que tende a piorar, já que a Selic vai continuar caindo. Os investidores vão precisar garimpar fundos mais baratos e cada número depois da vírgula conta", afirma.

 

Para os especialistas, o momento é de ruptura no cenário de investimentos. Com a indicação de novas quedas na Selic, dificilmente o retorno real de uma aplicação conservadora, descontados impostos e inflação, conseguirá ultrapassar 0,50% ao ano. Tirando os casos que já trazem margens negativas, a tendência é de que os produtos clássicos, como o Certificado de Depósito Bancário (CDB), títulos do Tesouro Selic e Letras Financeiras (LCA e LCI) tendam ao zero a zero.

 

"A renda fixa acabou", brinca Helena Veronese, economista-chefe do braço de investimentos da Azimut Brasil. "Claro que ainda restam produtos interessantes, sobretudo os de crédito corporativo, como as debêntures. Mas é inevitável ampliar a exposição a risco para capturar um pouco mais de rendimento", afirma.

 

"Quem tem dinheiro na poupança quer segurança e simplicidade e, acho, não vai ter uma migração em massa de lá. Quem deve perder mais são os fundos DI e os CDBs, porque têm investidores mais propensos a procurar aplicações com maior rentabilidade", diz Gilberto Abreu, diretor de investimentos do banco Santander.

 

Perspectivas

Especialistas se dividem sobre qual devem ser os impactos dos juros no cenário de investimentos. Enquanto para uns o efeito deve ser mitigado por um alongamento dos prazos para sacar o dinheiro (com títulos que vencem em 20 a 25 anos), para outros, assumir risco dentro do novo mundo da renda variável será a opção imediata.

 

O presidente do BNP Paribas Asset Management, Luiz Sorge, acha que é mesmo inevitável que o investidor migre para o risco. Ele vê boas oportunidades em crédito privado provenientes de empresas da área de infraestrutura, as debêntures incentivadas. "O Brasil vai voltar a crescer e, a partir do ano que vem, a gente espera um aumento de oferta de fundos de infraestrutura no mercado." Para ele, ações, ETFs (fundos de índices, como o que segue o Ibovespa) e ativos no exterior também devem integrar a carteira dos clientes, daqui para a frente.

 

Helder Soares, da gestora Claritas, também coloca os fundos imobiliários no pacote. Essa categoria, que tende a antecipar uma melhora no mercado de incorporações, atingiu 1 milhão de cotistas no primeiro semestre, segundo a Anbima.

 

Para Thiago Salomão, analista da Rico Investimentos, o caminho passa obrigatoriamente pelo mercado de ações. "Eu recomendo ações. Digo aqui que até entendo um cliente que não quer investir em renda fixa, mas não dá para entender quem não tem nada de ações em sua carteira. Que seja 1%", afirma.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentarios

Previsão do tempo


MÁX

MIN

Estradas

Segurança

Colunas e Blogs

Geral

Política

Esporte

Variedades

Horóscopo Cigano

Horóscopo Cigano - 8 a 15 de julho

  • COROA -8 a 15 de julho

      (20 DE ABRIL A 20 DE MAIO) Este é um período de decisões importantes onde você coloca fim a todas as dúvidas anteriores, começa a focar mais em seus objetivos e vai à luta com mais entusiasmo, pois enfim depois de uma semana de difíceis situações chegou a hora de aproveitar melhor os novos caminhos que estão surgindo. No amor a alegria toma conta do seu relacionamento deixando tudo na mais perfeita paz, os dias que se seguem serão proveitosos em todos os sentidos.

  • CANDEIAS - 8 a 15 de julho

      (21 DE MAIO A 20 DE JUNHO)  Bom momento para cuidar da sua saúde , pois o estado emocional pode ficar um pouco abalado esta semana devido a muitos assuntos pessoais, evite a rotina buscando diferentes situações que possam entreter você, é o que está faltando sim uma oportunidade para você se sentir melhor, expor seus pensamentos e até mesmo usar a sua criatividade. Infelizmente esta semana você vai estar dividido(a) entre o coração e a razão.

  • RODA - 8 a 15 de julho

     (21 DE JUNHO A 21 DE JULHO) Uma fase de luz e raciocínio, momento de buscar a paz interior acima de tudo pois você precisa fazer mudanças em sua vida mas carrega muitas dúvidas sem eu coração. Chega uma hora em que é preciso decidir , tomar uma atitude para que a sua vida ande pois ficar na mesma situação por medo de arriscar, de sair da zona de conforto é um erro que compromete a sua evolução. Você precisa de uma resposta e a semana te trará a oportunidade de tê-la.

  • SINO - 8 a 15 de julho

     (23 DE AGOSTO A 22 DE SETEMBRO) Um período de muitas batalhas pessoais, apesar de inúmeras questões o seu coração precisa de uma resposta no amor, você ainda fica com algumas dúvidas pois não é fácil decidir a sua vida diante de tudo o que está te acontecendo, e as respostas estão surgindo em questões profissionais e tudo acontece de uma vez. É hora de colocar o pensamento no lugar, buscar na paz do raciocínio a melhor resposta para o momento e tudo o que for para o seu progresso deve ter prioridade no momento.

  • MOEDAS - 8 a 15 de julho

     (23 DE SETEMBRO A 22 DE OUTUBRO) Uma fase de muitas lutas pessoais principalmente em questões amorosas pois você quer manter a paz acima de tudo e está enfrentando grandes lutas para conseguir alcançar seus objetivos. Com o passar dos dias tudo tende a ficar melhor só não se desespere diante das situações busque focar mais naquilo que realmente faça sentido para a sua vida. Em breve uma importante resposta em questão de novos aprendizados vai te trazer alegrias e entusiasmo.

  • ADAGA - 8 a 15 de julho

     (23 DE OUTUBRO A 21 DE NOVEMBRO) Chegou a hora de progredir, de ir ao encontro de novas oportunidades, de virar o jogo diante das situações enfim a semana te traz importantes respostas que fazem mais sentido para os seus caminhos. No amor os dias que se seguem serão mais tranquilos e você consegue manter a paz para os seus caminhos deixando tudo na mais perfeita ordem entre você e a pessoa amada.Algumas questões particulares podem vir a te preocupar mas com o passar dos dias tudo pode ficar bem.

  • FERRADURA - 8 a 15 de julho

    (22 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO) Fase de muita Fé e devoção, momento onde você busca a força interior em todos os sentidos, chegou a hora de refletir sobre a sua vida pessoal e ir em busca de todas as respostas para os seus caminhos. No amor uma nova resposta traz alegrias ao seu coração, você fica em paz depois de uma conversa franca e objetiva. Fase de progresso em questões profissionais e financeiras , novas oportunidades podem surgir por estes dias.

  • TAÇA - 8 a 15 de julho

      (21 DE JANEIRO A 29 DE FEVEREIRO) Dias de alegrias e muita paz, chegou o momento de refletir sobre a sua vida pessoal, manter o equilíbrio acima de tudo e viver os bons momentos fugindo de questões que só embaralharam seus bons pensamentos. No amor deixe tudo acontecer e o passar dos dias sempre trazem melhores respostas, não se desespere tente manter o mesmo pensamento de sempre, a fase começa a se tornar positiva a partir de agora, basta ter Fé e manter seus bons pensamentos.

  • CAPELA - 8 a 15 de julho

     (20 DE FEVEREIRO A 20 DE MARÇO) Momentos de fé e devoção, você se entrega às preces e busca dias melhores em seus caminhos, deixando de lado certos medos buscando na força da fé os seus melhores objetivos. Os dias que se seguem serão bem agitados porém será preciso manter a ordem, ir em busca daquilo que realmente faça mais sentido para a sua vida, deixando de lado certas questões que só atrapalham os seus pensamentos. Pense em você e nos seus projetos, afaste-se de certas pessoas que atrapalham seus bons planos.

  • PUNHAL -8 a 15 de julho

     (21 DE MARÇO A 20 DE ABRIL) Esta será uma semana de muitas certezas enfim você vai conseguir decidir de vez uma importante questão pessoal, vai colocar fim às dúvidas que tanto te atrapalhavam e segue com mais entusiasmo diante das questões profissionais. No amor devido a certos imprevistos você prefere seguir, deixar pra lá certas situações que só te aborreceram e resolve recomeçar colocando certos pontos finais em problemas anteriores buscando a paz para o relacionamento.

  • ESTRELA - 8 a 15 de julho

      (22 DE JULHO A 22 DE AGOSTO) Uma fase de luz e alegrias enfim a semana te traz a paz desejada, depois de um período de muitas lutas chegou a hora de ficar bem, ter uma trégua diante das situações acalmando assim seus pensamentos e sentimentos. A resposta ideal vem esta semana, o seu coração se alegra diante das situações e você segue com mais entusiasmo e deposita toda a confiança em seus novos projetos trabalhistas e também fica em paz com a pessoa amada.

  • MACHADO - 8 a 15 de julho

     (22 DE NOVEMBRO A 21 DE DEZEMBRO) Uma fase de luz e alegrias, de respostas favoráveis onde você consegue ficar bem, a semana promete ser de muita luz e muita paz interior, mesmo com tantos trabalhos pessoais tudo tende a acontecer de uma maneira favorável em seus caminhos. No amor depois de uma fase de muitas dúvidas as respostas começam a chegar de maneira positiva em seus caminhos, apenas deixe tudo acontecer o destino se encarrega de trazer as respostas certas pra você.