Guarujá discute prevenção e erradicação do Trabalho Infantil | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Igreja Nossa Senhora de Fátima e Santo Amaro em Guarujá
Igreja Nossa Senhora de Fátima e Santo Amaro em Guarujá Foto: ARQUIVO

Guarujá discute prevenção e erradicação do Trabalho Infantil

A prevenção contra trabalho infantil é assunto nesta quarta-feira: campanhas, ciclos de palestras e encontros intersetoriais para a discussão do tema


12 de junho de 2019 às 11:43
Por Da Redação

O trabalho infantil é ilegal e ceifa a infância de milhares de crianças. Para prevenir e erradicar essa triste realidade, a Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Guarujá, por meio da Diretoria de Gestão Integrada e Planejamento de Assistência Social, desenvolvem no período de junho a novembro o “Aperfeiçoamento da Gestão do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI”. 


A ação tem início hoje, 12, das 13h30 às 17 horas. Será realizado um workshop sobre Trabalho Infantil. A atividade será no salão paroquial da Igreja Matriz de Guarujá na Av. Puglisi - Praça da Matriz / Centro. Já na quinta-feira,13, acontece o workshop sobre Exploração Sexual Comercial, no mesmo local e horário.


Além disso, estão previstas para os próximos meses campanhas, ciclos de palestras, encontros intersetoriais de discussão, além do mapeamento e cadastro das situações de trabalho infantil e de trabalho adolescente desprotegido no Município. As ações estratégicas foram concebidas como forma de se enfrentar o novo perfil do trabalho infantil, que se concentra no meio urbano, muitas vezes, invisível (trabalho doméstico e em pequenos negócios) e nas piores formas de trabalho infantil: tráfico de drogas e a exploração sexual comercial.

 

Segundo a diretora de Gestão e Planejamento do Sedeas, Regiane Cardoso, o grande desafio do enfrentamento ao trabalho infantil é a superação da naturalização deste fenômeno na sociedade. “Para a efetividade na erradicação é necessário que novas metodologias e posturas sejam incorporadas ao processo de trabalho. Não apenas pela gestão da política de Assistência Social, mas por meio de uma articulação intersetorial, que envolvam todos os atores que atuam e se importam com essa questão no Município”, afirmou a diretora.

 

A Sedeas está investindo na aplicação prática das Ações Estratégicas do Plano de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI), fazendo surgir um novo olhar sobre a questão, com ações de sensibilização. Para isso, realiza intensa sensibilização sobre o tema e ações que promovam a capacitação e formação continuada daqueles que estão diretamente ligados aos serviços e projetos de erradicação do trabalho infantil.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral