Sabesp substitui ramais de água em Caraguatatuba | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Foto: Divulgação/Sabesp

Sabesp substitui ramais de água em Caraguatatuba

Equipamento utilizado viabiliza a passagem do tubo por dentro do solo com apenas dois recortes no pavimento


08 de maio de 2019 às 17:09
Por Da Redação

Em continuidade ao plano de combate a perdas de água, geralmente caracterizadas por vazamentos, fraudes e outras situações, a Sabesp utiliza uma nova tecnologia. Embora seja um trabalho da rotina dos serviços prestados à população, o diferencial da operação é que agora as equipes executam o serviço sem a necessidade de abrir longas valas.

Em Caraguatatuba, a operação tem sido realizada com um equipamento diferenciado, capaz de passar a tubulação por baixo da via pública com apenas dois recortes no pavimento.

Entre os principais benefícios na utilização dessa tecnologia estão: a redução da área de reposição do pavimento e, consequentemente, os gastos com matéria-prima (asfalto); agilidade na execução do trabalho; e menor impacto no que se refere ao tráfego de veículos.

A perda de água está, principalmente, relacionada ao vazamento no ramal domiciliar – a tubulação responsável pela interligação entre o imóvel e a rede de abastecimento na rua. 

Quando ocorre um vazamento do tipo a Companhia aciona técnicos para realização do reparo, já que esta é a forma mais rápida de conter a perda de água. Porém, essa intervenção na tubulação cria uma emenda no tubo, tornando-o passível de uma nova ocorrência de vazamento. 

Atualmente, a Sabesp tem duas frentes de atuação. A primeira é a troca preventiva que consiste no estudo para identificação de ramais que possam tornar-se possíveis pontos de vazamento – geralmente aqueles que registram mais de cinco ocorrências de reparos, tubulações antigas ou ruas que passarão por intervenções relacionadas à pavimentação.

Outra frente é a de troca corretiva, que representa a substituição total do ramal ao invés da execução de um reparo, evitando assim a criação de uma emenda no tubo. 

Conforme explica o superintendente da Sabesp no litoral norte, engenheiro José Bosco Fernandes de Castro, nessa fase inicial do trabalho a troca de ramal tem ocorrido em 50% dos casos de vazamento. “Estamos trabalhando para que no futuro esse índice atinja 100%, ou seja, todas as reclamações registradas na Central de Atendimento, lembrando que, com essas ações de combate às perdas, a Sabesp busca a redução do número de vazamentos e conscientização no uso racional de água”, finalizou.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral