Tubarão fisgado na Riviera é da espécie galha preta | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Geral
Foto: Recebido via WhatsApp

Tubarão fisgado na Riviera é da espécie galha preta

Vídeo e fotos foram analisados por especialista em tubarões que explica a aparição

12 de abril de 2019 às 10:28
Por Da Redação

As imagens do tubarão capturado pela cauda na Riviera de São Lourenço nas proximidades do módulo 8 na quinta-feira, 11, foram analisadas pelo professor da Unesp São Vicente e doutor em Zoologia, especializado em tubarões da costa brasileira, Otto Bismarck Fazzano Gadig.


Participe dos nossos grupos ℹ https://bit.ly/2V5uzJq 🕵♂Informe-se, denuncie!


O pesquisador concluiu que o tubarão se trata de um galha preta (carcharhinus limbatus), e explica sua aparição: "O galha preta é um tubarão que aparece na costa de São Paulo normalmente durante o verão e, quando aparecem, basicamente são os recém-nascidos. O bicho na imagem não é um recém-nascido, mas também não é um adulto. É um jovenzinho que provavelmente nasceu no verão, e é comum na nossa região. Não representa perigo, nada disso, foi um caso a parte ele ser pego desse jeito".


O professor explica que a pesca da espécie não está tipificada como crime, no entanto, pessoalmente ele pede que os pescadores soltem o animal quando encontra esse tipo de situação. Além disso, ele explica que o galha preta é comum na costa e, inclusive, já estudou muitos no litoral sul do estado.  Dr. Otto afirma que sua aparição é comum, e não deve ser motivo de preocupação: "A aparição dele na área costeira não tem nenhuma explicação de fenômeno, é uma coisa natural. Esses bichos quando são mais jovens costumam ficar mais perto porque é uma área mais protegida para eles [...] tem mais alimento, por isso não é uma anomalia aparecer esse bicho".


Pesca incomum

| Autor: Recebido via WhatsApp

A pesca ocorreu na manhã do dia 11 e, no vídeo, o animal aparece ainda vivo na areia, no entanto, o pescador não devolveu o animal ao mar. 


Segundo informações, na noite anterior, o pescador capturou peixes da espécie parati com uma tarrafa; ele deixou os animais vivos e, na quinta-feira, foi ao mar para uma nova pescaria, desta vez utilizando as paratis como isca. Com uma vara de molinete e três anzóis na linha, ele fisgou o tubarão, que ainda conseguiu cortar a linha, mas ficou preso pelo rabo, por um dos anzóis. 


Ainda segundo a fonte, que não quis se identificar, após cerca de 20 minutos, o pescador voltou a lançar a linha de pesca e fisgou outro tubarão, mas "chegando no raso, a linha estourou" e o segundo animal conseguiu escapar. 

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral