Caio Matheus e Marco Bertaiolli cobram repasse do governo estadual | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Caio Matheus (à esquerda), Marco Bertaiolli, Mikio Moriwaki e José Henrique Germann (à direita)
Caio Matheus (à esquerda), Marco Bertaiolli, Mikio Moriwaki e José Henrique Germann (à direita) Foto: Divulgação

Caio Matheus e Marco Bertaiolli cobram repasse do governo estadual

Prefeito e deputado federal solicitaram repasse de R$ 11 milhões ao secretário estadual de Saúde, para conclusão de obras do Hospital de Bertioga


05 de abril de 2019 às 13:44
Por Marina Aguiar
Caio Matheus; Marco Bertaiolli; Simone Papaiz e Fernando Moreira
Caio Matheus; Marco Bertaiolli; Simone Papaiz e Fernando Moreira Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O prefeito de Bertioga Caio Matheus  e o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD) participaram de reunião com o secretário estadual de Saúde José Henrique Germann, para cobrar repasses do governo à cidade de Bertioga. O encontro ocorreu na segunda-feira, 1º de abril e, na pauta, a assinatura do convênio para conclusão das obras do Hospital de Bertioga, assim como a implantação de leitos de UTI no local. 

Apenas a primeira fase do projeto foi concluída, conforme explica o prefeito: "O convênio foi assinado e o dinheiro foi investido. Com os R$ 4 milhões, foi erguida a estrutura do prédio. Agora falta a sequência: a assinatura do segundo convênio, no valor de R$ 11 milhões, para a conclusão do hospital, compra de equipamentos e interligação com o pronto-socorro e centro de especialidades, que ficam no complexo".

Segundo o prefeito, com a ampliação do hospital concluída, a cidade saltará de 49 para 113 leitos, além de implantar 10 vagas de UTI. "Nós vamos dispor de sete vagas para a região, assim custearemos os equipamentos de UTI a quatro mãos, e três vagas para o município de Bertioga, que é um número proporcionalmente suficiente, pelo histórico de necessidade avaliado".

Participaram da reunião, o secretário interino de Saúde Fernando Moreira de Oliveira e a diretora de Saúde de Bertioga Simone Araújo Papaiz.

De acordo com o prefeito, o secretário estadual de Saúde José Henrique Germann sinalizou positivamente em relação ao repasse, mas informou que existe um dificuldade orçamentária no governo, portanto, não poderá repassar o valor de R$ 11 milhões de uma vez, apenas fracionado. O secretário ainda pediu uma semana para avaliar o pedido.

O deputado federal Marco Bertaiolli, por sua vez, afirmou que voltará a São Paulo na próxima semana para receber a posição do coordenador regional de Saúde Osmar Mikio Moriwaki. “Meu compromisso é ser o porta-voz da população de Bertioga no Governo Federal e também no Governo Estadual. O secretário José Henrique Germann e o governador João Doria sabem da necessidade e da importância de concluir as obras de ampliação do Hospital e temos nos empenhado muito para isso. Ao lado do prefeito Caio Matheus, vou continuar defendendo os interesses de Bertioga e buscando um sistema de saúde de qualidade”.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral