Cidades do litoral norte lideram arrecadação de royalties no país | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Foto: Reginaldo Pupo

Cidades do litoral norte lideram arrecadação de royalties no país

Ilhabela, que tem população estimada de 40 mil habitantes, é a terceira cidade do país em arrecadação


05 de abril de 2019 às 11:42
Por Reginaldo Pupo

O litoral norte de São Paulo concentra três das 15 cidades do país em arrecadação de royalties, uma compensação financeira da Petrobras aos municípios que possuem terminais marítimos de petróleo e gás e àqueles que estão situados no entorno desses terminais.


Com R$ 799,3 milhões recebidos em 2018, Ilhabela, que tem população estimada de 40 mil habitantes, é a terceira cidade do país em arrecadação. O arquipélago paulista está atrás apenas de Maricá (RJ), que arrecadou R$ 1,5 bilhão no ano passado; e Niterói, também no Rio de Janeiro, que teve injetado em seus cofres R$ 1,3 bilhão no mesmo período. As três cidades foram beneficiadas com os royalties por conta da produção do pré-sal.


Os dados são do InfoRoyalties, da Universidade Cândido Mendes, do Rio de Janeiro, que listou 864 municípios brasileiros que receberam royalties ou participações especiais do petróleo.


Depois de Ilhabela, a 12ª cidade do país que mais recebeu fundos do petróleo foi São Sebastião, com R$ 139,6 milhões, que possui o maior terminal marítimo da América Latina, o Almirante Barroso (Tebar), por onde saem 55% de todo o petróleo consumido no Brasil. Em seguida vem Caraguatatuba, na 15ª colocação, que arrecadou R$ 124,2 milhões no ano passado.


Os três municípios do litoral norte fazem parte de um seleto grupo de 17 cidades brasileiras que receberam mais do que R$ 100 milhões em royalties e participações especiais sobre o petróleo.


Juntas, Ilhabela, São Sebastião e Caraguatatuba somam quase metade do total que o estado de São Paulo recebeu em royalties no ano passado (41,59%), que foi R$ 2,5 bilhões. Com isso, São Paulo tornou-se o segundo no país que mais recebeu a compensação, atrás apenas do Rio de Janeiro, com R$ 14,1 bilhões, estado onde estão situados os maiores campos de petróleo do Brasil.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral