Bertioga participa de projeto de combate ao lixo marinho | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Foto: Divulgação/PMB

Bertioga participa de projeto de combate ao lixo marinho

Projeto voltado à preservação das praias da Baixada Santista, iniciado em Santos, em 2018, tem sua segunda etapa em Bertioga


03 de abril de 2019 às 11:30
Por Da Redação

Identificar fontes geradores de poluição, prestar assistência às cidades para o desenvolvimento de melhores práticas e, ainda, prevenir que resíduos marinhos poluam as praias da Baixada Santista. Este é o objetivo de um projeto da Abrelpe – Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, iniciado em Santos ano passado e que, agora, chega a Bertioga, por meio de acordo de cooperação, assinado no final de abril. 


Os primeiros resultados do projeto desenvolvido em Santos indicam que são três as principais fontes de vazamento de lixo no mar: comunidades nas áreas de palafitas; os canais de drenagem que atravessam a malha urbana; e a própria orla da praia em sua faixa de areia.


O levantamento aponta que mais de 85% dos resíduos são materiais plásticos e que dos mais de 80 tipos de resíduos já encontrados nos mares, conforme classificação internacional, o projeto em Santos encontrou cerca de 35 tipos, como madeira, calçados, fraldas, utensílios domésticos, embalagens, brinquedos, dentre outros.


O diretor presidente da Abrelpe, Carlos Silva Filho informa que as ações de combate ao lixo no mar devem focar nas cidades, de onde parte o problema. Ele ainda destaca: "Caso contrário, a retirada dos resíduos servirá apenas como um paliativo, já que a fonte de emissões continuará existindo”.


O Secretário municipal de Meio Ambiente Fernando Poyatos falou sobre a importância do projeto: "É de extrema importância para entendermos como os resíduos chegam ao mar e para subsidiar a tomada de decisão das políticas públicas”.


Entusiasmado, o prefeito Caio Matheus declarou: “Nosso município será a vitrine do Brasil”.


Gestão de resíduos sólidos 

A diretora-presidente da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) Patrícia Iglecias participou da reunião de assinatura do acordo e recebeu do prefeito Caio Matheus o documento de adesão do município ao Sistema Estadual de Gerenciamento Online de Resíduos Sólidos (Sigor) – módulo construção civil.


O Sigor é uma ferramenta online que auxilia no monitoramento da gestão dos resíduos sólidos desde sua geração até sua destinação final, incluindo o transporte e destinações intermediárias e permite o gerenciamento das informações referentes aos fluxos de resíduos sólidos no Estado de São Paulo. 


O sistema é voltado aos resíduos provenientes das atividades da construção civil, de acordo com a Resolução CONAMA nº 307/2002 e suas alterações, e outros resíduos comumente gerados nos canteiros de obras.


Feliz com a iniciativa de Bertioga na adesão do programa,  Patrícia Iglecias disse:  “A gestão dos resíduos sólidos urbanos é uma necessidade e todas as iniciativas e parcerias são bem-vindas. E dentro de nossa gestão de portas abertas, conversamos diretamente com os setores, prefeituras, empresas para entender suas demandas e dialogar para encurtar o caminho para as soluções”.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral