Hospital de Bertioga agora tem equipamento para cirurgias ortopédicas | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Foto: Divulgação/PMB

Hospital de Bertioga agora tem equipamento para cirurgias ortopédicas

Escopia ajudará médicos a visualizar procedimentos cirúrgicos a olho nu


04 de fevereiro de 2019 às 17:52
Por Da Redação

O Hospital de Bertioga conta agora com um equipamento chamado “Escopia”, especifico para realização de cirurgias ortopédicas. Com ele, o medico vê em uma tela de vídeo o procedimento cirúrgico com mais detalhes do que a olho nu. 

A cidade está realizando cirurgias ortopédicas de baixa e média complexidade desde a segunda quinzena de janeiro. Já foram feitas 15 cirurgias, zerando a fila de espera por esse tipo de procedimento.

Os pacientes são encaminhados a partir da entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA); a maioria são vítimas de traumas por acidentes nas estradas que cortam ou circundam Bertioga. É ofertado desde a avaliação pré-operatória, cirurgia, pós-cirúrgico e sessões de fisioterapia, estas realizadas no Centro de Especialidades Médicas (CEME). 

As cirurgias são possíveis por meio da contratação de uma empresa especializada, que realiza consultas, oferece materiais necessários para a cirurgia e equipe médica especializada.

Até o ano passado, a cidade dependia do encaminhamento feito pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (CROSS), do Estado, para que os pacientes fossem transferidos para outras cidades para a realização desse tipo de atendimento. O Estado passou a não acolher mais pacientes nestas condições desde outubro.  

“Antes, tínhamos que ficar esperando por uma vaga na CROSS e esse processo muitas vezes era bastante demorado. Com essa oferta no nosso Hospital, os pacientes são atendidos rapidamente, o que garante maior probabilidade de boa recuperação e reduz significativamente o sofrimento deles e dos familiares”, explica a diretora de Saúde, Simone Papaiz. 

Para os casos de alta complexidade, como cirurgias no fêmur e de quadril, que são responsabilidade do Estado e dependem do apoio de UTI, o município deve acionar vagas em outros hospitais da Baixada Santista.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral