Chuvas castigam São Sebastião, causam alagamentos e colocam cidade em estado de alerta | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Autor: recebido whatsApp
Região central foi a mais castigada
Região central foi a mais castigada Foto: Defesa Civil de São Sebastião

Chuvas castigam São Sebastião, causam alagamentos e colocam cidade em estado de alerta

Trechos da Rio-Santos ficaram alagados, o trânsito teve que ser interrompido; houve deslizamentos de terra e queda de árvores


25 de janeiro de 2019 às 16:40
Por Reginaldo Pupo
Região central foi a mais castigada
Região central foi a mais castigada Foto: Defesa Civil de São Sebastião

No bairro Topolândia, uma creche foi invadida pelas águas
No bairro Topolândia, uma creche foi invadida pelas águas Foto: Recebido WhatsApp

Foto: Defesa Civil de São Sebastião

Uma forte chuva que atinge São Sebastião desde as 9h da manhã desta sexta-feira, 25, castiga a cidade e provoca alagamentos em diversos bairros. O prefeito Felipe Augusto, que acompanha as equipes da Defesa Civil pelas regiões mais atingidas, decretou estado de alerta. A água da chuva invadiu casas e comércios.


A região central foi a mais castigada e praticamente todas as ruas ficaram embaixo d´água. No bairro Topolândia, uma creche foi invadida pelas águas e as crianças tiveram que ser colocadas em cima das carteiras até serem socorridas pela Defesa Civil. Um córrego que passa ao lado do prédio da prefeitura subiu e as águas invadiram as dependências do Paço Municipal.


Outro bairro atingido foi o São Francisco. Enxurradas transformaram as ruas em rios e alguns carros foram arrastados pela força da chuva. Um deles chegou a ser arrastado para o mar. A avenida Manoel Teixeira, principal do bairro e que também é a rodovia Rio-Santos, teve grande parte de seu trecho submersa. No Morro do Abrigo, que fica no bairro São Francisco, houve deslizamentos de terra. Uma das ruas que dão acesso ao Morro do Abrigo teve o asfalto arrancado pela força das águas. 


Com vários trechos da rodovia Rio-Santos alagados, o trânsito teve que ser interrompido, já que houve deslizamentos de terra e queda de árvores.


Devido às descargas elétricas, a rede de comunicação do Samu e das câmeras de monitoramento entraram em pane e técnicos tentavam restabelecer os dois sistemas. De acordo com a Defesa Civil, com a abrupta mudança no clima, choveu três horas ininterruptas e 74 milímetros de acúmulo de água. 


Não há informação de feridos e a prefeitura não informou se há desabrigados ou pessoas desalojadas. A prefeitura informou que está arrecadando doações às vítimas das fortes chuvas que atingiu a cidade, por meio do Fundo Social de Solidariedade, que está arrecadando alimentos, produtos de higiene pessoal e de limpeza e roupas de cama.


Mais informações sobre doações  podem ser obtidas pelo telefone (12) 3892-4991 ou na rua Capitão Luís Soares, 33 – Centro.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral