São Sebastião lança ofensiva contra ocupação de praias e barra comércio clandestino | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral

São Sebastião lança ofensiva contra ocupação de praias e barra comércio clandestino

Nesta época do ano, é comum vendedores de várias cidades procurarem as praias da região para vender os mais diversos tipos de produtos, de forma ilegal


06 de janeiro de 2019 às 13:24
Por Reginaldo Pupo

A prefeitura de São Sebastião lançou ofensiva para fiscalizar vans, cachorros nas praias e comércio ilegal na cidade.

Nesta época do ano, é comum vendedores de várias cidades e até de outros estados procurarem as praias da região para vender os mais diversos tipos de produtos, de forma ilegal.

A fiscalização ambiental e o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), com o apoio da Polícia Militar, realizou mais uma ação de fiscalização de praia. Desta vez, o alvo foi a praia dde Barra do Una, Costa Sul da cidade.

O foco principal foi procurar possíveis infrações contra a Lei Municipal 848/1992, que proíbe a instalação de estruturas fixas (barracas) que impeçam o trânsito livre e também a presença de animais na praia.

Durante a ação, seis banhistas foram retirados da praia com seus cães e uma barraca fixa de metal e uma lona – que estava sendo utilizada para aluguel do espaço para os clientes – foi apreendida. 

De acordo com o chefe da fiscalização ambiental, Flávio Carvalho, com a alta temporada, a prefeitura irá intensificar as ações de fiscalização nas praias e bairros do município.

“Segundo diversas denúncias, os ambulantes estão instalando essas barracas para cobrar as pessoas nas cadeiras, o que também é proibido pelo Código de Posturas”, avisou Carvalho.

Mais fiscalização

Na semana passada, a fiscalização ambiental juntamente com a Fiscalização de Posturas e da Vigilância Sanitária, em parceria com a Polícia Militar (PM) e a Marinha do Brasil, percorreram as ilhas da praia de Barra do Sahy, também na Costa Sul da cidade, para vistoriar barracas de praia e orientar embarcações. 

A fiscalização de posturas orientou ambulantes quanto às licenças. Já a Marinha abordou pilotos de embarcações que se aproximavam da área dos banhistas e checou habilitações com apoio da PM.

A operação, segundo a prefeitura, também teve o objetivo informar os ambulantes sobre o acondicionamento dos alimentos e armazenamento do lixo.

Uma pessoa foi autuada pela falta de colete em uma moto aquática pela Marinha, que também realizou outras abordagens preventivas, em terra.

Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral