Bertioga: prefeitura abrirá licitações para rodoviária e para quiosques da praia da Enseada | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral

Bertioga: prefeitura abrirá licitações para rodoviária e para quiosques da praia da Enseada

O prefeito Caio Matheus explicará tudo em detalhes no programa Café da Manhã, a partir das 9h desta quarta-feira, 7, na TV Costa Norte, com transmissão pelo Facebook


06 de novembro de 2018 às 16:43
Por Estela Craveiro
Caio Matheus no Seminário Revisão do Plano Diretor, que a Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bertioga iniciou na segunda-feira, 5 e prossegue até a quarta-feira, 7.
Caio Matheus no Seminário Revisão do Plano Diretor, que a Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bertioga iniciou na segunda-feira, 5 e prossegue até a quarta-feira, 7. Foto: Estela Craveiro/JCN

Caio Matheus no Seminário Revisão do Plano Diretor, que a Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bertioga
Caio Matheus no Seminário Revisão do Plano Diretor, que a Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bertioga Foto: Estela Craveiro/JCN

A prefeitura de Bertioga se prepara para abrir licitações públicas para um complexo comercial que deve envolver a rodoviária construída à beira da rodovia Rio-Santos, na Vista Linda, e para transformar dois dos cinco quiosques da praia da Enseada em restaurantes e os outros três em equipamentos públicos.

Foi o que revelou o prefeito Caio Matheus na primeira noite do Seminário Revisão do Plano Diretor, que a Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Bertioga (AEAAB) iniciou na segunda-feira, 5 e prossegue até a quarta-feira, 7.

O projeto desenvolvido pela Secretaria de Obras e Habitação prevê a criação de três conjuntos de edificações em dois terrenos adjacentes ao local onde fica a rodoviária construída na gestão passada e jamais utilizada. Esse prédio deve ser reformulado, com o aproveitamento da parte térrea, que está pronta, e deve ganhar laje e pavimentos acima dela.

Ali, devem ficar a estação rodoviária, que funcionará como terminal municipal e intermunicipal de ônibus, cinema e lojas para locação. No terreno a seguir, em direção à Riviera de São Lourenço, devem ser instalados um posto de combustíveis, lojas de conveniência e de alimentação. E, no terreno seguinte, deve ser construído um hipermercado. A previsão é de um total de 256 mil ² de área construída.

Iniciativa privada

Mas nenhum dinheiro público será investido nesse empreendimento. Tudo deve ser feito por investidores interessados em construir e manter esses equipamentos comercialmente, explicou Caio Matheus em entrevista ao Costa Norte: “A empresa que ganhar a licitação vai explorar, vai construir, terá uma outorga da prefeitura, e todo mundo sai ganhando”.

Ele calcula que a licitação desse complexo deva ser lançada no início de 2019: "O complexo passou pelo estudo de viabilidade, foi feita grande parte do modelamento, foi feito o projeto, e a obtenção das licenças necessárias estão sendo finalizadas”.  

A complexidade maior, disse ele, foi tornar o negócio atrativo: “Ao mesmo tempo se descobriu muito mais potencial do que a gente imaginava. Só que agora precisa ser explorado. A próxima fase é fazer a modelagem jurídica da licitação”.

Na praia da Enseada

Também no início de 2019 deve ser lançada a licitação para exploração do primeiro e do último quiosque da praia da Enseada, que será oferecida à iniciativa privada, e também deve ser feita licitação para a reformulação dos outros três quiosques pela prefeitura.

Um deles será utilizado para prática de esportes, como tênis de mesa, por exemplo. Outro será um complexo multicultural, para atividades como as noites de dança do Projeto Harmonia ou a exibição de filmes do Cineclube Buriquioca, exemplificou o prefeito. E o terceiro será destinado a atividades para idosos, jovens e crianças, com o objetivo de proporcionar interação social.

Na entrada da cidade

O prefeito também apresentou o projeto de um pavilhão multiuso para o terreno localizado no cruzamento da avenida 19 de Maio com a rodovia Rio-Santos, na entrada principal da cidade: “Isso já existia como projeto. A ideia é aproveitar algumas coisas desse projeto”. Para o empreendimento, devem ser buscados recursos junto ao Dade”.

Ele se refere ao  Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, que transfere verbas para as 70 estâncias turísticas paulistas, entre as quais está Bertioga.

Caio Matheus contou que até hoje nada foi feito naquele terreno porque, até a recente regularização do Jardim Albatroz, o espaço não tinha documentação, mesmo sendo uma área pública: “Por isso, um projeto para aquela área não podia receber repasses de verba.  Mas hoje pode. Um dos nossos próximos passos para fomentar a economia de Bertioga e gerar empregos é trabalhar ali”.

No Café da Manhã

Nesta quarta-feira, 7, o prefeito Caio Matheus estará no programa Café da Manhã, da TV Costa Norte, a partir das 9h, para explicar em detalhes essas iniciativas, e outras, da administração municipal no setores de melhorias urbanas e de atrativos turísticos.

SAIBA MAIS SOBRE O SEMINÁRIO

Plano Diretor de Bertioga terá seminário entre 5 e 6 de novembro

http://d.costanorte.com.br/geral/23230/plano-diretor-de-bertioga-tera-seminario-entre-5-e-7-de-novembro

Últimas Notícias