Ônibus: Transporte público de Guarujá será assumido por nova empresa | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Foto: JCN

Ônibus: Transporte público de Guarujá será assumido por nova empresa

Translitoral perdeu a licitação para a empresa City Transporte Urbano, que terá até seis meses para assumir a operação das linhas municipais


26 de outubro de 2018 às 15:57
Por Da Redação
Foto: JCN

Foto: JCN

Foto: JCN

Foto: JCN

Foto: JCN

Foto: JCN

Foto: JCN

O transporte coletivo de Guarujá será assumido por uma nova empresa. A atual concessionária do serviço, a Translitoral, perdeu o processo licitatório para a City Transporte Urbano Intermodal Ltda, que deverá assumir a operação das linhas municipais em até seis meses. A assinatura do contrato ocorreu na manhã desta sexta-feira, 26.


A mudança na empresa também trará modificações em todos o sistema de transporte público, que ganhará cara nova. Pelo novo projeto, a frota deve passar dos atuais 147 ônibus, em um total de 7.820 assentos, para 120 ônibus, de vários modelos, que totalizarão 12.985 assentos. Além disso, City também deverá investir na infraestrutura viária, como;  a implantação de corredores exclusivos de ônibus; pavimentação de vias; reforma dos terminais de Vicente de Carvalho e Ferry Boat; construir estações de transferência; implantar pontos de embarque e desembarque; e implantar 15 estações de bicicletas, que totalizarão 270 unidades à disposição dos usuários.


Satisfeito com a assinatura do novo contrato para atender ao anseio da população - já que atualmente, o índice de insatisfação com o transporte público está em torno de 90%-, o prefeito Válter Suman explicou que a empresa tem 180 dias para efetivamente iniciar as operações. "Basicamente, ao longo da história, nós tivemos apenas uma empresa que operou o transporte público na cidade. Desde o início do nosso mandato, levamos a cabo essa necessidade da população para atender e oferecer um transporte público de qualidade, com frota nova, com wifi, ar condicionado, dando assim maior conforto a cerca de 80 mil passageiros por dia. [...] É um novo tempo, estamos oferecendo a todos os munícipes que fazem uso do transporte público, transporte mais seguro, humanizado e de muito mais qualidade"


O secretário de Defesa e Convivência Social, Luiz Cláudio Venâncio explicou que o investimento estimado de todo o projeto é de R$ 197 milhões, em infraestrutura em equipamentos, o que deve ser revertido também na sociedade. Disse ele: "Eu tenho certeza que gerará muito emprego, muita renda, para a população da nossa cidade".


A concessão tem período de 15 anos, que pode ser renovado por mais 15. A possibilidade é de que a tarifa pode ser reajustada, futuramente, em um valor entre R$ 3,70 e R$ 4,10. Os veículos devem ser equipados também com GPS, que possibilitará aos usuários o monitoramento do local e horário em que o ônibus passará no ponto, por meio de aplicativo. 


O Sistema BRT integrará a frota com linhas estruturais, locais e complementares. Os 120 ônibus estão divididos entre: 40 ônibus modelo Padron; 25 ônibus articulados modelo BRT; 55 micro-ônibus e do tipo convencional; um ônibus double deck para rota e linhas turísticas; três micro-ônibus executivos modelos rodoviários, para serviços executivos; e duas vans adaptadas para transporte de pessoas com mobilidade reduzida.


O presidente City Transporte Urbano Intermodal, Roberto Pereira de Abreu, comentou durante a assinatura que a empresa está determinada "em participar de uma nova fase do desenvolvimento da cidade", e informou que nos próximos dias será convocada uma coletiva de imprensa para explicar todos os detalhes da nova operação. 

Últimas Notícias