Os 10 temas de redação que podem cair no Enem 2018 | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Fake news na sociedade brasileira é a maior aposta dos professores de redação
Fake news na sociedade brasileira é a maior aposta dos professores de redação Foto: Reprodução/Internet

Os 10 temas de redação que podem cair no Enem 2018

O professor de redação do sistema de ensino pH, Thiago Braga, dá sugestões para os candidatos


24 de outubro de 2018 às 17:34
Por Da Redação

A redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma etapa fundamental da prova. Todos os anos, o tema escolhido pela banca ajuda a definir o desempenho dos candidatos e é responsável por avaliar a capacidade argumentativa de cada vestibulando.

Em 2018, a prova de redação acontece no primeiro domingo de novembro e com a data se aproximando, os estudantes precisam ficar atentos aos temas que podem cair nesta edição da prova. Confira os temas sugeridos pelo professor de redação do sistema de ensino pH, Thiago Braga:

1) Bullying nas escolas brasileiras

“É uma discussão altamente relevante para o contexto escolar. Depois dos casos recentes que aconteceram no país, parece um grito incontido dentro das escolas e um assunto pouco discutido.” Thiago ressalta a importância de abordar na redação as causas de quem pratica o bullying, e trazer exemplos concretos como o caso do menino de Goiás que atirou nos colegas, um assunto de relevância nacional e cronologicamente próximo.

2) Obesidade no Brasil

“É um tema possível porque nos últimos dez anos aconteceu um crescimento absurdo no número da obesidade no país. É um problema de saúde pública que pode acarretar no aumento de doenças como diabetes e hipertensão. Essa discussão é bastante importante para o contexto social brasileiro”, adverte Thiago.

3) Limites do humor no Brasil

Para esse tema, o professor explica: “É uma questão central quando se fala em redes sociais. Apesar de ser um tema antigo, ele ganhou relevância. Hoje essa discussão toca no debate sobre a liberdade de expressão. O humor é interessante e importante para a crítica social, mas ele também pode ser um mecanismo de diminuição dos outros, principalmente minorias e grupos já menosprezados socialmente. É bastante importante e atual essa discussão.”

4) Fake news na sociedade brasileira

“Essa é a grande aposta. Um tema importante em ano de eleição, principalmente depois das eleições presidenciais nos Estados Unidos, forjadas por notícias falsas. Hoje temos uma série de comportamentos sociais que são diretamente influenciados por fake news, como o movimento de vacina. Outro ponto interessante para abordar são os aspectos políticos do tema. O aluno também pode falar sobre a irresponsabilidade de quem produz as fake news e essa ingenuidade na população brasileira”, sugere Thiago.

5) Permanência do desmatamento na Amazônia

“Esse é um tema clássico e um tema verde sempre tem que estar na lista. A floresta continua sendo desmatada e essa é uma discussão importante porque mostra que não há consciência ambiental no Brasil, tanto no governo quanto na população.”

6) Aumento das DSTs entre jovens brasileiros

“O número de DSTs aumentou no mundo e no Brasil. Trazer essa discussão seria importante porque muitos jovens acham que a questão de usar preservativo serve para evitar gravidez e não para prevenir doenças que são altamente problemáticas. Alguns pontos importantes para levantar são: o fato das escolas não terem educação sexual, a situação dos pais que se constrangem ao falar do tema, ou o cenário dos próprios jovens que não conversam sobre o assunto com os pais”, diz.

7) Sistema carcerário no Brasil

“É um tema que é uma vergonha para o Brasil. Temos a terceira maior população carcerária do mundo, a gente não consegue melhorar os presídios. Segundo dados do Ministério da Justiça, divulgados em 2016, o número de presos dobrou em 11 anos. Além disso, as prisões acabam funcionando como universidades do crime. É desumano, não tem espaço, não tem trabalhos ou estudos dentro da prisão. Temos alguns presídios específicos que fazem isso, mas não é um sistema integrado. Como o Enem fala muito sobre temas dos direitos humanos, é uma discussão bastante pertinente.”

8) Mobilidade urbana no Brasil

“Ainda existe uma cultura do carro e uma individualização do transporte em detrimento do transporte público que é muito precário. Pouco se investe em políticas de deslocamento no país. As pessoas perdem tempo de vida dentro do transporte. A cidade não é democrática por conta dessa mobilidade que também não é democrática.”

9) O acesso a bens culturais no Brasil

“Alguns bens culturais são elitizados, é uma discussão importante porque temos uma produção cultural no Brasil que é para grandes centros urbanos, majoritariamente, e muito centralizada nesses centros urbanos. Existem algumas iniciativas que levam cultura para a periferia, mas musicais, cinema, bibliotecas ainda estão focados em áreas mais nobres ou mais centrais e com um preço bastante salgado para quem ganha salário mínimo, por exemplo.”

10) A questão do indígena no Brasil

Thiago afirma: “É um clássico que o Enem nunca trabalhou, temos várias questões de demarcação de terras no Brasil. Para o aluno é um diferencial nesse tema citar a relação que o indígena tem com a terra e a relação que nós temos com a terra. Porque para nós a terra é um pedaço que tem um valor financeiro e para eles é um valor espiritual, ancestral.”

Últimas Notícias