Coração e pênis: urologista explica relação entre os orgãos | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Foto: Reprodução/Freepik

Coração e pênis: urologista explica relação entre os orgãos

Doenças cardiovasculares podem comprometer a saúde do órgão sexual masculino


16 de outubro de 2018 às 14:17
Por Da Redação

A saúde do coração está diretamente ligada à saúde do pênis, visto que, diversas doenças cardiovasculares podem causar disfunção erétil, mais conhecida como impotência.

Doenças como hipertensão, aumento do colesterol, obesidade, alcoolismo e tabagismo, além do estresse e maus hábitos alimentares, são fatores de risco que atingem o coração e têm impacto direto na vida sexual dos homens. 

Segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), essa condição é o segundo problema de saúde mais temido pelos homens, depois das doenças cardiovasculares e o infarto.

A disfunção erétil é observada em 5% dos homens aos 40 anos e em até 15% dos homens aos 70.

Segundo o urologista Eduardo Bertero, “a dificuldade de ter ou manter uma ereção pode estar associada a problemas vasculares, quando não há uma boa circulação de sangue pelo corpo, mais precisamente, quando existe um fluxo sanguíneo inadequado para as artérias do pênis”.

A disfunção erétil afeta a qualidade de vida do homem, em relação à autoestima, e consequentemente, atinge a qualidade de vida da família, que se relaciona com o paciente.

O especialista esclarece que existem opções de tratamento para a disfunção erétil como medicações via oral, injeções intracavernosas e tratamentos definitivos como a colocação de um implante.

 

Prótese peniana

Existem dois tipos de próteses, a maleável e a inflável. A prótese peniana maleável é composta de dois cilindros flexíveis colocados dentro do pênis.

Ela cria uma ereção permanente e é posicionada para permitir a penetração e a relação sexual. São mais acessíveis, por terem cobertura dos convênios, e mais fáceis de manusear, mas podem causar constrangimentos sociais, por manter o pênis sempre ereto.

 Já a prótese peniana inflável simula o mecanismo natural de funcionamento do pênis, permitindo uma ereção totalmente rígida durante a relação sexual e depois a flacidez completa.

Ela é composta por dois cilindros, um reservatório preenchido por soro, que está oculto dentro do abdome,e uma bomba localizada dentro da bolsa testicular.

Para obter uma ereção, o homem aperta a bomba e o soro do reservatório é transferido para o pênis, causando a ereção. Após a relação sexual, o homem aciona um dispositivo na própria bomba e o pênis volta para o estado de flacidez.

Últimas Notícias