Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral

Morre Jayme Daige, ex-prefeito de Guarujá

Prefeitura decretou luto oficial de três dias e ponto facultativo nas repartições públicas nesta segunda-feira


11 de junho de 2018 às 14:06
Por Da Redação
Jayme Daige em contato com a população
Jayme Daige em contato com a população Foto: pmg

Será realizada nesta tarde a cremação do corpo de Jayme Daige, ex-prefeito de Guarujá, que faleceu na tarde de domingo, 10, no Hospital Guarujá, onde estava internado. A prefeitura decretou luto oficial de três dias, em que as bandeiras devem ser hasteadas a meio mastro, e ponto facultativo nas repartições públicas nesta segunda-feira, 11.

O velório está ocorrendo no plenário da Câmara Municipal de Guarujá (Av. Leomil, 291, Centro). Por volta das 15 horas, haverá missa no local e, na sequência, o corpo será levado para São Paulo, onde será cremado no Cemitério da Vila Alpina, na zona leste.

O prefeito de Guarujá, Válter Suman, lamenta profundamente a perda de quem considera o “eterno prefeito” da cidade, a quem tinha como um verdadeiro conselheiro. Daige chegou a participar de reuniões na prefeitura no ano passado e foi homenageado, em março de 2017, pelo projeto Pérolas de Guarujá, da Secretaria de Cultura: “Pessoa reta, de caráter, com quem aprendi muito e que deixa um importante legado. Uma verdadeira inspiração. Meus sentimentos aos familiares”.

A Câmara Municipal de Guarujá, através se seu presidente, Edilson Dias, e dos demais vereadores, manifestou profundo pesar pelo falecimento do ex-vereador (1948-1955), ex-deputado estadual (1963-1969) e ex-prefeito (1960-1963, 1969-1972, 1977-1982), Jayme Daige.

História

Filho de um mascate, Daige iniciou sua carreira na política em 1947, participando da primeira eleição municipal, pois até então, a cidade era administrada por prefeitos nomeados. Na ocasião, recebeu 163 votos, sendo o vereador mais votado para a legislatura de 1948-1951. Na sequência, foi reeleito para mais um mandato (1952-1955), quando se tornou presidente do Legislativo.

Já em 1959, foi eleito prefeito pela primeira vez, exercendo o cargo entre os anos de 1960 e 1963. Ainda em 1963, assumiu mandato de deputado estadual, permanecendo na Assembleia Legislativa até o ano de 1969, quando voltou ao comando da prefeitura de Guarujá, pela segunda vez, até 1972. O terceiro mandato à frente do Executivo municipal foi entre 1977 e 1982.

Estudante e presidente do diretório acadêmico no Liceu São Paulo, Daige era apenas um rapaz de 19 anos quando foi encorajado pelo diretor da unidade a participar da primeira eleição.

Como vereador, uma de suas primeiras leis foi o disciplinamento do horário do comércio. Já como prefeito, Daige participou da construção de importantes empreendimentos da cidade, como o Teatro Procópio Ferreira, a escola profissionalizante 1º de Maio e o túnel Vila Zilda.

Últimas Notícias