Iluminação pública de Guarujá a cargo da FortNort | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação Foto: Helder Lima/PMG

Iluminação pública de Guarujá a cargo da FortNort

Município estava há quase um ano sem concessionária para o serviço, anteriormente sob responsabilidade da Elektro


18 de maio de 2018 às 11:43
Por Mayumi Kitamura
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação Foto: Helder Lima/PMG

Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação Foto: Helder Lima/PMG

Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação Foto: Helder Lima/PMG

Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação Foto: Helder Lima/PMG

Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação
Até a quinta-feira, 17, a empresa já havia recuperado 190 pontos de iluminação Foto: Helder Lima/PMG

A prefeitura de Guarujá apresentou, na quinta-feira, 17, a empresa vencedora da licitação para assumir a iluminação pública da cidade, a FortNort Desenvolvimento Ambiental e Urbano. O contrato, de cerca de R$ 5,7 milhões, tem validade de 12 meses. O secretário adjunto de Operações Urbanas da cidade, Rogério Lima Netto, explicou o processo licitatório, que durou 11 meses, após o término do contrato com a Elektro, responsável pela iluminação do município, até o Rabo do Dragão, Sítio Conceiçãozinha e Jardim Boa Esperança.

Disse ele: "Tivemos 24 empresas que manifestaram interesse em Guarujá e venceu a que apresentou a melhor qualidade e melhor preço. Dentro da comissão de licitação, foi vencedora essa empresa, que já tem know how aqui no litoral, em Santos, faz parte de um consórcio; em Caraguatatuba, tem um trabalho muito bom; nós tivemos uma visita técnica, onde eles ofereceram um excelente serviço à comunidade". A iluminação do distrito de Vicente de Carvalho, até a avenida Adriano Dias, permanece sob responsabilidade da CPFL, no entanto, a FortNort será responsável pela iluminação ornamental de toda a cidade, como praças, inclusive do distrito.

O prefeito Válter Suman ressaltou que o reajuste da taxa de iluminação pública não tem relação direta com o novo contrato, mas foi ocasionado por uma antiga defasagem. "A taxa de iluminação pública, votada na Câmara, vinha defasada já há algum tempo. Houve um acréscimo analisado por uma série de comissões, pela Câmara, pela comissão de Fiscalização e Controle. Esse reajuste será cobrado somente a partir do mês de maio. Isso, basicamente, equalizará um pouco mais a necessidade da cobrança desse recurso para podermos ter uma cidade iluminada. Segurança e saúde não têm preço, mas têm custo".

O parque de iluminação pública de Guarujá é composto por 39 mil lâmpadas a vapor, sendo que a empresa vencedora do certame, além da manutenção, realizará a troca de mil lâmpadas por LED e a instalação de novos braços e luz. Desde que assumiu o serviço, em 11 de maio, a empresa realiza uma força-tarefa nos pontos da cidade com maior demanda.

Responsável pelo setor da empresa FortNort, Edson Neves comenta que já foram recuperados 190 pontos de iluminação em dois dias de trabalho, com duas equipes e, desde quinta-feira, 17, a força-tarefa é composta por seis equipes, para que os pontos apagados sejam totalmente equacionados o mais breve possível. "A situação de Guarujá é grave em termos de iluminação pública, pois temos 30% do parque apagado, ou seja, mais de nove mil pontos, então vamos fazer duas coisas: primeiro, selecionar os pontos que já possuem reclamação na prefeitura e os que vão reclamar, selecionar os locais mais graves e atuar; o outro, é fazer a varredura. Não adianta entrar em um bairro arrumar uma ou duas lâmpadas e deixar 30 apagadas. Nós vamos trabalhar como se fosse um mutirão, vamos entrar em um bairro determinado pela prefeitura, acender todas as ruas e só sair dele quando estiver aceso. Um segundo ponto serão as vias principais, como as avenidas Dom Pedro, Leomil, todas serão prioritárias por ter grande movimento. O terceiro ponto será de atenção à iluminação nos pontos de ônibus". 

A população pode entrar em contato com a empresa FortNort, por meio do telefone de atendimento ao cliente: 0800 6081053.

Últimas Notícias