Mais quatro casos suspeitos de febre amarela em Ubatuba | Sistema Costa Norte de Comunicação
Logo do Jornal Costa Norte
|
Geral
Foto: Divulgação

Mais quatro casos suspeitos de febre amarela em Ubatuba

Dois são no Ubatumirim, região que registrou o primeiro óbito pela doença no município


09 de abril de 2018 às 15:59
Por Da Redação

O município de Ubatuba, no litoral norte, possui mais quatro casos suspeitos de febre amarela. A Vigilância em Saúde da prefeitura foi notificada no final da tarde de sexta-feira, 6, durante reunião com as equipes de Estratégia de Saúde da Família e do hospital Santa Casa para planejamentos de medidas a serem implementadas frente a uma possível epidemia da doença no município.

A prefeitura informou que o caso mais grave é de uma moradora das Toninhas, que é hemofílica e que está internada em Campinas. Outro caso é de moradora do Parque dos Ministérios. Há também duas novas suspeitas da doença no bairro do Ubatumirim, na região norte, onde foi confirmada a morte de um homem adulto, de 41 anos, primeira por febre amarela contraída na cidade.

Vacinação 

No sábado, 7, 17 equipes de saúde realizaram novo monitoramento da vacinação na região norte, entre os bairros da Barra Seca e Camburi. Nesse processo, foram vacinadas 358 pessoas. Outras 156 se recusaram a tomar a vacina. Somando-se ao conjunto de pessoas vacinadas anteriormente ao dia 7, a região tem hoje um total de 1.357 habitantes imunizados contra a febre amarela.

Considerando os postos de vacinação em supermercados, no Calçadão do Centro e na unidade do Perequê-Açu, foram aplicadas um total de 812 doses no fim de semana de 7 e 8 de abril.

As ações de bloqueio da população nesta semana de 9 a 14 de abril continuam de forma itinerante (volante) e também fixa, nos postos de saúde e no Centro de Especialidades Médicas (Postão), na av. Rio Grande do Sul, 710, no Centro. Também continua em funcionamento a tenda de vacinação do Calçadão do Centro, que realiza a vacinação entre 9h e 19 horas, de segunda-feira a sábado.

Últimas Notícias